Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Alexandre Raposo Home > Autores > Alexandre Raposo

ALEXANDRE RAPOSO Com muita sofisticação e absoluto domínio da língua portuguesa, Alexandre Raposo mostra que tem estilo e vocação especiais para garimpar palavras e lapidar idéias. Bem-sucedido jornalista, largou tudo para se dedicar ao sonho de escrever livros. Estreou na ficção como romance histórico INCA: A SAGA DA AMÉRICA PRÉ-COLOMBIANA, publicado em 1997 pela Editora Record. Raposo, um longínquo descendente do povo que por séculos dominou os Andes, explora neste romance uma das muitas teorias sobre os contatos da América pré-colombiana com outros povos e continentes. Em INCA: A SAGA DA AMÉRICA PRÉ-COLOMBIANA, o principal personagem é Lloque Uiracocha, um nativo da Ilha de Páscoa que é criado pelos incas e torna-se amigo e conselheiro dos seus imperadores. Após a chegada dos espanhóis, ele decide escrever uma crônica de suas experiências entre os incas, relato fictício sobre o qual se baseia a trama criada por Raposo. Mas Raposo alcançou admiração e respeito como escritor em 1999, ao publicar seu segundo livro MEMÓRIAS DE UM DIABO DE GARRAFA, que foi saudado pela crítica como um dos mais originais romances brasileiros publicado nos últimos tempos. Erudição e fina ironia compõem essa mistura de ficção e história em que Alexandre Raposo engendra a autobiografia de um pequeno diabo "conjurado nas ruínas do Coliseu romano em 1526", cujas narrativas se estendem por cinco séculos. Na narrativa envolvente e bem-humorada do romance, o escritor e jornalista mostra que, em algumas empreitadas humanas, pode estar o dedo escamoso e frio do demo. O livro é a autobiografia de Giacomo Lorenzo Bembo, um diabo "conjurado nas ruínas do Coliseu romano, na madrugada de 31 de outubro do ano de 1526 d.C.", pelo escultor e ourives renascentista Benvenuto Cellini (1500-1571). A narrativa se estende por cinco séculos, tempo no qual Giacomo se associa a gente famosa, como o pirata Francis Drake, o violinista Nicolò Paganini, bem como a outras criaturas menos célebres, mas igualmente pitorescas, como Nuno da Silva, marinheiro português do tempo das grandes navegações; Khosr, diabo assírio de mais de 2,5 mil anos de idade; e José Afonso Gonçalves, jovem arqueólogo brasileiro de fins do século passado, envolvido em uma trama de ladrões de casaca no Oriente Médio. Alexandre Raposo é carioca, foi editor da sucursal da PlayBoy no Rio de Janeiro e diretor da revista EleEla. Como escritor, acumula elogios da crítica, que já chegou a o comparar com Machado de Assis e Guimarães Rosa. BIBLIOGRAFIA: Inca - A saga da América pré-Colombiana (1997) Memórias de um diabo de garrafa (1999)



SEBASTIANA QUEBRA O GALHO DO HOMEM SOLTEIRO, DIVORCIADO ETC
Alexandre Raposo
R$ 42,90

INCA - A SAGA DA AMERICA PRÉ-COLOMBIANA
Alexandre Raposo
R$ 54,90

ver todos os livros

Autor Carlos Minuano participa do talk show 'The Noite com Danilo Gentili'
13/07/2018
Saiba mais

Jornalista inclui canal 'Alexandrismos' em sua lista de favoritos
Alexandra Gurgel é citada como 'influenciadora do bem' por jornalista
09/07/2018
Saiba mais

Novo livro de Fabricio Carpinejar entra para a lista de mais vendidos da Veja
04/06/2018
Saiba mais

Contos de Nei Lopes são tema de curso no Centro Afrocarioca de Cinema
Saiba mais