Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Malba Tahan (Prof. Júlio César de Mello e Souza) Home > Autores > Malba Tahan (Prof. Júlio César de Mello e Souza)

Malba Tahan nasceu em 1885 na aldeia de Muzalit, Península Arábica, perto da cidade de Meca, um dos lugares santos da religião muçulmana, o islamismo. Foi prefeito da cidade árabe de El-Medina, estudou no Cairo e em Constantinopla. Aos 27 anos recebeu uma grande herança do pai, iniciando uma longa viagem pelo Japão, Rússia e Índia. Morreu em 1921, lutando pela libertação de uma tribo na Arábia Central.

A história é bem convincente, não? Mas, na verdade, Malba Tahan nunca existiu. Pseudônimo e biografia foram inventados por Júlio César de Mello e Souza, professor, educador, pedagogo, escritor e conferencista brasileiro. Júlio César nasceu em 6 de maio de 1895 e passou quase toda a vida no Rio de Janeiro. Morreu em 1974, aos 79 anos de idade. A idéia de criar um pseudônimo nasceu quando o escritor tinha 23 anos e era colaborador do jornal carioca O Imparcial. Ele entregou cinco contos que escrevera ao editor e os papéis ficaram vários dias jogados sobre uma mesa da redação. Sem fazer nenhum comentário, Júlio pegou o trabalho de volta. No dia seguinte levou os mesmos contos ao jornal, mas com a assinatura de R.S. Slade, um fictício escritor americano. Disse ao editor que tinha acabado de traduzi-los e que faziam grande sucesso em Nova York. O primeiro deles foi publicado já no dia seguinte, na primeira página. Os outros quatro tiveram o mesmo destaque posteriormente. Júlio aprendeu a lição e decidiu virar Malba Tahan. Produziu 69 livros de contos e 51 de matemática. Sua obra mais famosa, O homem que calculava, já foi traduzida para mais de 12 idiomas. Entre outros livros do autor publicados pela Editora Record estão Salim, o mágico, Lendas do deserto, A caixa do futuro e Mil histórias sem fim.



Mil histórias sem fim - Vol. I (capa nova)
Malba Tahan (Prof. Júlio César de Mello e Souza)
R$ 57,90

Amor de Beduíno
Malba Tahan (Prof. Júlio César de Mello e Souza)
R$ 47,90

ver todos os livros

Autor Carlos Minuano participa do talk show 'The Noite com Danilo Gentili'
13/07/2018
Saiba mais

Jornalista inclui canal 'Alexandrismos' em sua lista de favoritos
Alexandra Gurgel é citada como 'influenciadora do bem' por jornalista
09/07/2018
Saiba mais

Novo livro de Fabricio Carpinejar entra para a lista de mais vendidos da Veja
04/06/2018
Saiba mais

Contos de Nei Lopes são tema de curso no Centro Afrocarioca de Cinema
Saiba mais