No 50º aniversário do exílio que se seguiu à invasão chinesa do Tibete, e que é também o 70º aniversário de sua entronização, o Dalai-Lama divulga sua Autobiografia Espiritual, marcada pelo realismo das questões da atualidade.

“Quando se trata de questões que têm um alcance global, o espírito humano é o fator-chave, como no caso dos problemas de ordem econômica, internacional, científica, técnica, médica ou ecológica. Eles parecem ultrapassar a capacidade de resposta individual, embora suas raízes e sua solução devam ser buscadas no âmago do espírito. Para poder transformar a situação no lado exterior, é preciso se transformar no lado interior. Se queremos um belo jardim, devemos primeiramente fazer nascer seu esboço na imaginação.”