Gêneros
Administração
Artes
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Ciências Sociais Home > Ciências Sociais > CADERNOS DO CÁRCERE - VOL. 3
CADERNOS DO CÁRCERE - VOL. 3
Autor: Antonio Gramsci
EAN: 9788520005378
Gênero: Ciências Sociais
Páginas: 432
Formato: 16X23
Editora: Civilização Brasileira
Preço: R$ 79,90
   

Mais um livro da notável série de Antonio Gramsci está à disposição dos leitores brasileiros. No terceiro volume de CADERNOS DO CÁRCERE, o socialista italiano faz um estudo sobre as idéias de Maquiavel e prova que o pensador não apenas especulou sobre a realidade, mas criou uma sólida linha filosófica sobre governos e governados. Temas relativos ao Estado, às questões da hegemonia e à política - já familiares na obra de Gramsci - encontram eco nas idéias de Maquiavel. Este volume é dividido em três capítulos. O primeiro traz comentários sobre a política de Maquiavel, focado principalmente em sua obra mais famosa "O príncipe". "O caráter fundamental de O príncipe é o de não ser um tratado sistemático, mas um livro vivo, no qual a ideologia política e a ciência política fundem-se na forma dramática do mito", explica Gramsci, homem sem modelos, mas com conceitos que não cessava de interrogar. O segundo traça uma biografia de Maquiavel, seguindo as proezas do pensador. No último capítulo, o autor fala dos famosos cadernos, escritos na prisão. Sempre com o escrever tortuoso, ideal para escapar da censura fascista. Preso em 8 de novembro de 1926, Antonio Gramsci - que morreu, sem ter reconquistado a plena liberdade, em 25 de abril de 1937, com 46 anos - produziu no cárcere uma obra que o distinguiria, mais tarde, como uma das mais importantes figuras intelectuais do século XX. As milhares de páginas que ele escreveu em cadernos escolares - primeiro em sua cela na prisão de Túri, em Bári, e, mais tarde, numa clínica da cidade marítima de Fórmia, para onde foi transferido quando sua frágil saúde aproximou-se do colapso total - não foram escritas para ser publicadas e não foram impressas até depois da Segunda Guerra Mundial. Contudo, a publicação póstuma destes escritos teve um imediato e profundo impacto na cultura política italiana. Mais tarde, as teorias políticas e as análises culturais de Gramsci ganharam uma circulação mais ampla; as traduções dos apontamentos do cárcere em várias línguas asseguraram-lhes uma difusão global. Gramsci tornou-se um ponto de referência quase universal para a obra de humanistas e cientistas sociais em todo o mundo. Muitos dos conceitos e categorias de Gramsci - "hegemonia", "sociedade civil", "intelectuais tradicionais e orgânicos", "revolução passiva", "filosofia da práxis", "grupos sociais subalternos" etc. - são agora parte do vocabulário básico empregado por cientistas políticos, críticos da cultura, antropólogos, sociólogos e pedagogos. Carlos Nelson Coutinho é professor titular da UFRJ e faz parte da International Gramsci Society. Luís Sérgio Henriques é editor da revista eletrônica Gramsci e o Brasil, e Marco Aurélio Nogueira é professor livre-docente da UNESP. 1

Antonio Gramsci
...


Cadeia: Relato sobre mulheres
Debora Diniz
R$ 32,90

A origem da família, da propriedade privada e do Estado (Ed. Bolso)
Friedrich Engels
R$ 24,90

O capital: Livro 1 - O processo de produção do capital (vol. 1)
Karl Marx
R$ 54,90


Biografia de Gregório de Matos publicada pela Record vence prêmio da ABL
15/07/2015
Saiba mais

Por questões de segurança, Roberto Saviano cancela participação na Flip
Saiba mais

Sucesso no gênero jovem adulto, Gayle Forman lançará seu primeiro livro adulto pela Record.
Saiba mais

Record é 1ª a adquirir os direitos do romance de estreia de Gayle Forman na literatura adulta
15/06/2015
Saiba mais