Gêneros
Administração
Artes
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Contos/ Crônicas Home > Contos/ Crônicas > Crônicas de um bipolar
Crônicas de um bipolar
Autor: Marcelo C. P. Diniz
EAN: 9788501087003
Gênero: Contos/ Crônicas
Páginas: 240
Formato: 14 x 21 cm
Editora: Record
Preço: R$ 54,90
     

Marcelo Diniz é antes de tudo uma pessoa versátil. Por intermédio de uma amiga especialista norte-americana, o bipolar autor destas deliciosas crônicas aliviou-se ao descobrir que não estava sozinho: uma extensa lista de célebres figuras como Salvador Dalí, Beethoven, Isaac Newton, Marilyn Monroe, Elvis Presley, Tom Waits, Elizabeth Taylor e Francis Ford Coppola também são, ou foram, bipolares. Se entre os seus semelhantes há tantos donos de currículos invejáveis, pensou ele, nem tudo está perdido.
Em seu novo livro, Crônicas de um bipolar, o autor conta episódios de sua vida e retrata com muito bom humor períodos em que a bipolaridade pode ter influenciado (ou não) certas atitudes e decisões. E é justamente esse sentimento de alívio que Marcelo transmite ao tirar de foco os aspectos depressivos da doença e expor, por meio de textos acessíveis e divertidos, a excêntrica rotina regida pela bipolaridade. São muitos pensamentos, muitas ideias, muitas inquietações — tudo muito intenso.
Com passagem por diversas agências de publicidade do Rio de Janeiro, Marcelo mostra que é uma pessoa empreendedora e criativa. No livro, ele deixa que o leitor tire suas próprias conclusões sobre a influência da doença em sua vida. Marcelo ainda busca esta resposta, que pode ser a chave para o entendimento de diversos fatos. A fúria criativa é uma delas. O publicitário é responsável por projetos tão interessantes quanto inusitados.
No ano de 1980, por exemplo, bastou descobrir que o nome do aguardadíssimo cometa Halley não havia sido registrado nem no Brasil nem nos EUA para que Marcelo imediatamente abandonasse a sólida carreira numa grande empresa para se aventurar a fazer do fenômeno a sua marca registrada. O seu cometa; megalomania, ingenuidade, inconsequência ou mero efeito da doença? Lembrando que estamos falando de alguém que ao ser avisado que o seu carro roubado estava estacionado em perfeito estado em frente a uma determinada casa em plena favela do Complexo do Alemão, não hesita: vai sorrateiramente até lá munido com a chave reserva trazer de volta o que lhe é de direito, claro.
Estas e outras histórias inusitadas, tanto das crises quanto dos períodos de normalidade, estão aqui reunidas, para o leitor matar um pouco da curiosidade sobre como deve ser o comportamento de um bipolar. Ou, quem sabe, até se reconhecer.

Marcelo C. P. Diniz
...


Felicidade incurável
Fabrício Carpinejar
R$ 39,90

Me ajude a chorar
Fabrício Carpinejar
R$ 34,90

Retratos parisienses: 31 crônicas (1949-1952)
Rubem Braga
R$ 47,90


Marcelo Diniz é destaque no Programa do Jô
12/07/2010
Saiba mais