Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Guerra Home > Guerra > Agente Zigzag
Agente Zigzag
Autor: Ben Macintyre
Título Original: Agent Zigzag
Tradutor: Ricardo Quintana
EAN: 9788501082503
Gênero: Guerra
Páginas: 400
Formato: 16 x 23
Editora: Record
Preço: R$ 79,90
   

Dentro de um traidor, um patriota. No vilão, um homem de consciência. Mas quais os limites, as fronteiras entre um e outro? Eddie Chapman, codinome ZigZag, o mais sensacional agente duplo britânico, guardava em si mesmo os truques e esquemas de um vigarista profissional. Antes da Segunda Guerra, quando o traçado de sua vida daria uma guinada digna de seu apelido, Chapman era um golpista, mulherengo, ladrão, chantagista, arrombador de cofres, entre outras atividades.

Em Agente Zigzag, Ben Macintyre conta a trajetória espetacular desse personagem fascinante. Uma história tão rocambolesca, que na ficção seria rejeitada como improvável. Imprevisível, arrojado e vulgar, Chapman mostrou-se fundamental para seus chefes alemães e britânicos. Para nazistas, ele era seu super espião, que agraciaram com a Cruz de Ferro por “heroísmo”. Para o M15, Zigzag possuía coragem para obter o inacreditável. Ele desviou as bombas V1s para longe de Londres, enganou os alemães com informações falsas e ofereceu-se de modo casual para assassinar Hitler.    

Em 1940, quando os nazistas invadiram a Ilha de Jersey, possessão britânica na costa da França, Chapman cumpria pena por roubo a banco. Oportunista nato, ele fez um acordo com as tropas de ocupação: se eles o treinassem como espião, trabalharia para o Reich. Levado a um campo de treinamento na França ocidental, aprendeu pára-quedismo, técnicas de combate, sabotagem, serviços de inteligência, telegrafia sem fio e as utilidades de vários explosivos. Sua vida como arrombador o ajudou bastante no último quesito.

No inverno de 1942, Chapman receberia seu batismo de fogo: destruir uma fábrica de aviões ao norte de Londres. Ao embarcar numa aeronave da temida Luftwalle, levava consigo, entre outras coisas, fósforos impregnados de quinino, para escrita invisível, e uma cápsula suicida de cianeto de potássio, costurada na bainha esquerda da calça. Ao aterrissar, com seu pára-quedas, em solo britânico, imediatamente se reportou ao MI5, o serviço secreto britânico. Dizendo sempre ter sido essa sua intenção desde o início.

Seria verdade? Não importa. Com base em diários, cartas, fotografias, transcrições de interrogatórios, interceptações de rádio saídos dos arquivos secretos do MI5 — e mais  lembranças dos sobreviventes —, Macintyre cria um relato estimulante das muitas vidas de Eddie Chapman. O livro teve os direitos para o cinema comprados e ganhará as telas em produção de Tom Hanks.

Um retrato vívido e bem pesquisado do notável agente duplo da Segunda Guerra.” Sunday Times

É improvável que um estudo mais envolvente sobre espionagem e fraude seja publicado este ano.” The Times

Ben Macintyre

BEN MACINTYRE é colunista e editor associado do The Times. ...



13 horas: Os soldados secretos de Benghazi
Mitchell Zuckoff
R$ 54,90

Uma guerra sem igual: Como atenienses e espartanos lutaram na Guerra do Peloponeso
Victor Davis Hanson
R$ 89,90

The Pacific: o inferno a um oceano de distância
Hugh Aldersey-Williams
R$ 109,90


Autor Carlos Minuano participa do talk show 'The Noite com Danilo Gentili'
13/07/2018
Saiba mais

Jornalista inclui canal 'Alexandrismos' em sua lista de favoritos
Alexandra Gurgel é citada como 'influenciadora do bem' por jornalista
09/07/2018
Saiba mais

Novo livro de Fabricio Carpinejar entra para a lista de mais vendidos da Veja
04/06/2018
Saiba mais

Contos de Nei Lopes são tema de curso no Centro Afrocarioca de Cinema
Saiba mais