Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Contos/ Crônicas Home > Contos/ Crônicas > Cartas
Cartas
Autor: Graciliano Ramos
EAN: 9788501017086
Gênero: Contos/ Crônicas
Páginas: 352
Formato: 14x21
Editora: Record
Preço: R$ 64,90
     

Graciliano Ramos é, sem dúvida, um dos autores mais completos da literatura brasileira. O porta-voz da realidade do sertão nordestino, mais conhecido pela sua obra “Vidas Secas”, tem as suas correspondências íntimas publicadas pela Editora Record. No livro Cartas, os acontecimentos cruciais da vida deste alagoano são acompanhados através de relatos a amigos e familiares.

Viabilizado pela colaboração de pessoas que conviveram com o escritor, principalmente sua viúva Heloísa Ramos, a publicação reúne cartas enviadas por Graciliano desde 1910, quando morou em Palmeira dos Índios, no agreste de Alagoas, numa casa comercial de seu pai, até a viagem que fez em 1952, passando pela União Soviética, Tchecoslováquia, França e Portugal.

Além de curiosidades sobre a vida deste ilustre escritor, a obra traz referências históricas do Brasil que são citadas em muitas de suas correspondências. Não se pode esquecer que, entre 1928 e 1930, Graciliano Ramos foi prefeito de Palmeira dos Índios e, em 1930, ocupou o cargo de diretor da Imprensa Oficial de Alagoas.  

O livro proporciona uma íntima relação entre o autor e o leitor, uma vez que suas vivências são narradas minuciosamente de forma peculiar, além de esteticamente reveladoras. São detalhes indispensáveis para aqueles que procuram desvendar a figura do maior escritor alagoano de sua época.

Graciliano Ramos

Graciliano Ramos

A 27 de outubro de 1892, na cidade de Quebrangulo, em ...



Autorretrato e outras crônicas
Carlos Drummond de Andrade
R$ 44,90

Felicidade incurável
Fabrício Carpinejar
R$ 39,90

Me ajude a chorar
Fabrício Carpinejar
R$ 39,90


O estribo de prata, de Graciliano Ramos, terá lançamento para as crianças no Rio de Jneiro
Rio de Janeiro /RJ
17/06/2012
Saiba mais

O estribo de prata, de Graciliano Ramos, terá lançamento para as crianças em Salvador
Salvador/BA
16/06/2012
Saiba mais

119 anos do nascimento de Graciliano Ramos
27/10/2011
Saiba mais

Debate sobre obra de Graciliano Ramos em Belo Horizonte
Belo Horizonte/MG
24/10/2011
Saiba mais