Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
História Home > História > A política da escravidão no Império do Brasil
A política da escravidão no Império do Brasil
Autor: Tâmis Parron
EAN: 9788520010235
Gênero: História
Páginas: 378
Formato: 16x23
Editora: Civilização Brasileira
Preço: R$ 79,90
   

A política da escravidão no Império do Brasil apresenta uma detalhada investigação sobre as contradições da escravidão no Brasil do século XIX. O pesquisador Tâmis Parron estabeleceu como recorte o período de 1826-1865 para analisar contrassensos como a defesa da liberdade e o incremento da escravidão ou população livre com várias garantias constitucionais, que dependia dos cativos para exercê-las.

“Durante o século XIX, toda defesa da escravidão e do tráfico negreiro se escorou no liberalismo, e essa triste, embora eficaz, fusão ajuda a esclarecer o fenômeno da dupla expansão da liberdade e do cativeiro, da riqueza e da miséria, num país que ansiava (e ainda anseia) por pertencer ao futuro da civilização e do progresso humano”, destaca o autor.

As ações e os discursos que proprietários, negociantes e parlamentares sustentavam ganham um novo olhar. Através desta análise, o autor procura explicar a expansão da escravidão em meio a revoltas de cativos, disputas partidárias e a própria construção do Estado Nacional brasileiro.

O antiescravismo internacional e a formação mundial da economia de mercado também são destacados neste estudo pioneiro de Parron. Enquanto, a partir de 1770, o sistema colonial dava lugar à economia mundial de livre mercado em toda a América fez com que a escravidão desaparecesse em diversos países, três regiões não experimentaram esta mudança: o sul dos Estados Unidos, Cuba  e o Império do Brasil. O autor explora mais este paradoxo e explica como foi possível que a escravidão ganhasse força nestas três sociedades.

Tâmis Parron

Tâmis Parron é mestre em História Social ...



Liberdade vigiada
Paulo César Gomes
R$ 74,90

Tenentes: A guerra civil brasileira
Pedro Doria
R$ 54,90

Memória afetiva do botequim carioca (Capa dura)
José Octavio Sebadelhe e Pedro Paulo Thiago de Mello
R$ 77,90


Autor Carlos Minuano participa do talk show 'The Noite com Danilo Gentili'
13/07/2018
Saiba mais

Jornalista inclui canal 'Alexandrismos' em sua lista de favoritos
Alexandra Gurgel é citada como 'influenciadora do bem' por jornalista
09/07/2018
Saiba mais

Novo livro de Fabricio Carpinejar entra para a lista de mais vendidos da Veja
04/06/2018
Saiba mais

Contos de Nei Lopes são tema de curso no Centro Afrocarioca de Cinema
Saiba mais