Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Romance estrangeiro Home > Romance estrangeiro > Sociedade dos pais mortos
Sociedade dos pais mortos
Autor: Matt Haig
Título Original: The dead fathers club
Tradutor: Christian Schwartz
EAN: 9788501082862
Gênero: Romance estrangeiro
Páginas: 384
Formato: 14x21
Editora: Record
Preço: R$ 70,90
   

Matt Haig engenhosamente reinventa um clássico com mais de 400 anos. E o transforma em uma fábula atual, habitada por crianças, garçonetes e mecânicos. Engraçado, triste e sombrio, Sociedade dos pais mortos confirma Haig como um dos mais talentosos escritores de sua geração. Aqui, ele organiza pensamentos e palavras com uma riqueza de detalhes, criando um narrador que é o ponto alto do romance: um Hamlet versão mirim.

O universo dos adultos pelos olhos desse pre-adolescente mantém uma qualidade sombria. Ainda é a história do atormentado príncipe da Dinamarca, talvez mais perturbadora sob a ótica adolescente. A honestidade e inocência do romance brilha com pungência em cada diálogo. Enquanto nosso herói navega as turbulentas águas da retribuição, vingança, morte e culpa — dividido entre um fantasma egoísta e sua tola mãe — em direção a um final surpreendente e shakespeareano.

Depois do pai ser morto em um acidente de carro, o menino Philip Noble, 11 anos, e sua mãe enlouquecem com a dor. Mas por sorte podem contar com tio Alan para os consolar e ajudar na administração do pub da família. O problema é que o fantasma do falecido parece para seu filho e informa que sua partida não foi um acidente. Foi o seu próprio irmão, Alan, que mexeu nos freios. Aparentemente, Alan, segundo a versão do ectoplasma, tem os olhos no pub e na viúva.

Como foi assassinado, o pai de Philip não pode descansar em paz até o caso ser vingado por seu filho. A vendeta deve ser levada a cabo até seu aniversário, ou ele será condenado à Sociedade dos pais mortos, e a assombrar o estacionamento do pub por toda a eternidade. Apesar da fonte shakespeareana, o livro é tão original que é interessante buscar os paralelos. Haig explora os detalhes com grande imaginação, uma brilhante e original releitura de um clássico.

Matt Haig

Matt Haig nasceu em 1975. Sua estreia na literatura, o romance ...



Box A garota do Calendário (Janeiro - Junho)
Audrey Carlan
R$ 99,90

A garota do calendário: Novembro
Audrey Carlan
R$ 24,90

Quando eu parti
Gayle Forman
R$ 44,90


Biografia de Gregório de Matos publicada pela Record vence prêmio da ABL
15/07/2015
Saiba mais

Por questões de segurança, Roberto Saviano cancela participação na Flip
Saiba mais

Sucesso no gênero jovem adulto, Gayle Forman lançará seu primeiro livro adulto pela Record.
Saiba mais

Record é 1ª a adquirir os direitos do romance de estreia de Gayle Forman na literatura adulta
15/06/2015
Saiba mais