Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Biografia/ Memória Home > Biografia/ Memória > Maranis: Três gerações de princesas indianas
Maranis: Três gerações de princesas indianas
Autor: Lucy Moore
Título Original: Maharanis
Tradutor: Ricardo Quintana
EAN: 9788501081438
Gênero: Biografia/ Memória
Páginas: 378
Formato: 16 x 23 cm
Editora: Record
Preço: R$ 79,90
   

            Ambientada em palácios exóticos da Índia e nos salões europeus, esta história reconstitui brilhantemente as vidas de quatro mulheres ao longo de 150 anos: duas avós, uma filha e uma neta – todas maranis, princesas de cortes reais indianas. Cheias de personalidade e coragem, cada uma à sua maneira, elas mudaram o mundo em que viviam, moldando a forma como as mulheres indianas modernas se definem atualmente.

            Dos últimos dias do raj e do Império Britânico até o presente, a historiadora e jornalista Lucy Moore analisa a notável transição da realeza feminina indiana — de rainhas de contos de fada a influentes ativistas sociais — e do próprio país, suas políticas e costumes, com a transformação de feudos coloniais na maior democracia da Ásia.

            Chimnabai, marani de Baroda e profundamente nacionalista, foi a primeira princesa a abandonar, em 1913, o purdah, prática que impede as mulheres casadas de serem vistas por outros homens que não seus maridos, e foi uma das fundadoras do movimento das mulheres na Índia. Seu marido esnobou de maneira insigne o rei da Inglaterra durante o durbar de coroação em 1911.

            Sunity vinha de uma família bengalesa progressista, mas foi oferecida em casamento, ainda na adolescência, ao glamoroso e anglófilo marajá de Cooch Behar. Foi a primeira marani a visitar a Inglaterra, para assistir ao Jubileu da rainha Vitória — de quem se tornaria amiga —, em 1887, e escreveu livros sobre a história da Índia para o público britânico.

            Indira, filha de Chimnabai, ousou rejeitar o casamento que os pais haviam acertado para ela e fugiu com Jit, filho de Sunity e do marajá de Cooch Behar, unindo assim as duas dinastias. De reconhecida beleza, conciliou os deveres de regente do estado de Cooch Behar, após a morte do marido aos 36 anos, com uma agitada vida social na Europa. Mais, tarde, tornou-se uma matriarca quase tão formidável quanto a mãe. 

            E Ayesha, filha de Indira e Jit, desafiou os pais apara casar-se por amor, tornando-se assim a terceira esposa do marajá de Jaipur, elegante jogador de polo, em 1940. Bela socialite e amiga dos Kennedy, após a Independência entrou para a política e elegeu-se ao Parlamento, tornando-se crítica implacável do governo corrupto de Indira Gandhi.

            Por meio de suas histórias, Lucy Moore cria um retrato íntimo de uma nação durante uma era de grandes mudanças — a ascensão e queda do raj, o longo caminho até a Independência indiana e o que sobreveio dela.


Lucy Moore

Lucy Moore nasceu em 1970 e mora em Londres. É autora ...



Confesso que vivi
Pablo Neruda
R$ 59,90

O diário de Anne Frank (Edição de bolso)
Anne Frank
R$ 29,90

Querido Mundo: A história de guerra de uma menina síria e sua busca pela paz
Bana Alabed
R$ 34,90


Autor Carlos Minuano participa do talk show 'The Noite com Danilo Gentili'
13/07/2018
Saiba mais

Jornalista inclui canal 'Alexandrismos' em sua lista de favoritos
Alexandra Gurgel é citada como 'influenciadora do bem' por jornalista
09/07/2018
Saiba mais

Novo livro de Fabricio Carpinejar entra para a lista de mais vendidos da Veja
04/06/2018
Saiba mais

Contos de Nei Lopes são tema de curso no Centro Afrocarioca de Cinema
Saiba mais