Gêneros
Administração
Artes
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Thriller Home > Thriller > Água na boca
Água na boca
Autor: Andrea Camilleri, Carlo Lucarelli
Título Original: Acqua in bocca
Tradutor: Joana Angélica d Avila Melo
EAN: 9788528617061
Gênero: Thriller
Páginas: 108
Formato: 16 x 23 cm
Editora: Bertrand Brasil
Preço: R$ 29,00
     

Um jogo, um experimento, uma colaboração literária sem precedentes

Que leitor nunca imaginou um livro que unisse Hercule Poirot e Miss Marple, detetives protagonistas de Agatha Christie? Ou Sherlock Holmes, de Arthur Conan Doyle, e Nero Wolfe, de Rex Stout? É uma união inesperada como estas que Água na Boca apresenta: Salvo Montalbano, de Andrea Camilleri, e Grazia Negro, de Carlo Lucarelli, dois gênios italianos do romance noir.  

Após um encontro entre os dois escritores para a gravação de um documentário, eles aceitam o desafio proposto por seu editor: escrever um livro a quatro mãos, em que cada um fosse criando, alternadamente, as partes da trama. 

O que começou apenas como uma obra colaborativa, se tornou, ao longo dos meses, uma partida de xadrez – palavras do próprio editor. Camilleri e Lucarelli enviavam o texto ao parceiro sempre num momento em que dificultasse a continuação por parte do adversário. A comunicação entre eles ocorria por meio de cartas e faxes – em que utilizavam fotos, colagens, textos escritos à mão e datilografados. Em determinados momentos, segundo eles próprios, foi extremamente complicado sair da situação criada pelo outro.

Água na boca é, portanto, o resultado de um duelo travado entre dois mestres detentores de técnicas distintas de escrita e que conquistaram milhões de leitores ao redor do mundo. 

O que põe Montalbano e Grazia em contato é um insólito homicídio ocorrido em Bolonha: a vítima é encontrada com um saco plástico cobrindo-lhe a cabeça. No piso, ao lado do cadáver, há três peixinhos vermelhos. O caso está nas mãos de Grazia Negro, a qual, tendo descoberto que a vítima era originária de Vigàta, pede ajuda ao colega siciliano. Mas até que ponto Montalbano estará disposto a entrar no jogo e acompanhar Grazia numa investigação que se anuncia perigosíssima e é abertamente hostilizada pelos superiores de ambos?

“Camilleri reavivou o romance epistolar e, com Lucarelli, criou um experimento original, para dizer o mínimo.” (Solo Libri)

Andrea Camilleri

Nascido em Porto Empedocle (Agriento) em 1925, Andrea Camilleri ...



A garota no trem
Paula Hawkins
R$ 35,00

O dom
Robert Ovies
R$ 35,00

Brilhantes (Vol. 1)
Marcus Sakey
R$ 40,00


Biografia de Gregório de Matos publicada pela Record vence prêmio da ABL
15/07/2015
Saiba mais

Por questões de segurança, Roberto Saviano cancela participação na Flip
Saiba mais

Sucesso no gênero jovem adulto, Gayle Forman lançará seu primeiro livro adulto pela Record.
Saiba mais

Record é 1ª a adquirir os direitos do romance de estreia de Gayle Forman na literatura adulta
15/06/2015
Saiba mais