Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
História Home > História > O Brasil francês - As singularidades da França equinocial (1612-1615)
O Brasil francês - As singularidades da França equinocial (1612-1615)
Autor: Andrea Daher
EAN: 9788520007730
Gênero: História
Páginas: 364
Formato: 16x23 cm
Editora: Civilização Brasileira
Preço: R$ 77,90
   


Em O Brasil francês - As singularidades da França equinocial (1612-1615), Andrea Daher analisa as características da missão francesa no Brasil - que buscava a cristianização e a ocidentalização dos selvagens -, a partir de um estudo da colônia do Maranhão. A autora compara os discursos dos capuchinhos franceses com os dos jesuítas portugueses e reflete com sutileza sobre os diferentes olhares desses colonizadores. O livro acompanha também os destinos de seis tupinambás em Paris, onde chegaram levados por padres.

Perspicaz, versátil, treinada pela antropologia, pela historiografia e pela literatura, a escrita de Daher extrai relações inesperadas de resíduos de arquivos, modificando o senso comum formado sobre eles.
O prefácio do livro é assinado por Roger Chartier. Um dos mais famosos historiadores franceses, com livros publicados no mundo inteiro, Chartier é diretor da École de Hautes Études e professor do Collège de France.

O “Brasil francês” do século XVI, em suas duas formas sucessivas - a França Antártica de Villegaignon e Jean de Léry seguida da França Equinocial de La Ravardière, Razilly e dos Capuchinhos -, habitou grandes obras: as de Alfred Métraux, Claude Lévi-Strauss ou Michel de Certeau. Cada um a seu modo, todos se fizeram leitores dos relatos redigidos por esses visitantes de um mundo singular, cujos habitantes não se comparavam a nenhum daqueles que, pela história ou pela experiência, os cristãos do Ocidente conheciam. Os relatos espantados e maravilhados dos viajantes que haviam abordado no mundo par-delà foram considerados fonte preciosa para decifrar as culturas de povos sem escrita - portanto sem arquivos - e para compreender de que modo o confronto a um estranhamento radical obrigara os europeus a repensar as suas próprias inquietações.

O Brasil francês - As singularidades da França equinocial (1612-1615) é um livro raro, inteligente e saboroso. Com ele, Andréa Daher preenche uma lacuna deixada pelas publicações sobre a época colonial.

Andrea Daher

Andrea Daher é professora de Teoria e Metodologia da ...



Liberdade vigiada
Paulo César Gomes
R$ 74,90

Tenentes: A guerra civil brasileira
Pedro Doria
R$ 54,90

Memória afetiva do botequim carioca (Capa dura)
José Octavio Sebadelhe e Pedro Paulo Thiago de Mello
R$ 77,90


Autor Carlos Minuano participa do talk show 'The Noite com Danilo Gentili'
13/07/2018
Saiba mais

Jornalista inclui canal 'Alexandrismos' em sua lista de favoritos
Alexandra Gurgel é citada como 'influenciadora do bem' por jornalista
09/07/2018
Saiba mais

Novo livro de Fabricio Carpinejar entra para a lista de mais vendidos da Veja
04/06/2018
Saiba mais

Contos de Nei Lopes são tema de curso no Centro Afrocarioca de Cinema
Saiba mais