Livro da Turma da Mônica é lançado com plantio de mudas

21/03/2022 200 visualizações

O agricultor Sergio Olaya lançou Amigos da floresta (Ed. Bertrand Brasil), uma nova aventura da Turma da Mônica e do Cascão, em evento de plantio de lançamento no Parque Lage. Os exemplares foram autografados logo depois do plantio de 300 mudas de espécies nativas entre ipê verde, palmeira juçara, jenipapo, babosa branca e chuva de prata.  Olaya é uma referência em agrofloresta, sistema de plantio mais sustentável. O evento, na véspera do Dia Internacional da Árvore e da Floresta, foi realizado em parceria com o Grupo Cataratas e o ICMBio.

Para Sérgio, o lançamento do livro planta uma semente nas escolas e em todos os lugares trazendo uma cultura da floresta ao Brasil. “A ideia do professor Tupã é de que eu possa voltar a participar, e não criar um espaço onde exista um limite que separa a comunidade do que a gente chama de meio ambiente”, explica. “Esses limites podem ser resgatados como fronteiras de conexão, pra que possamos voltar a ser parte da floresta. Porque a floresta é a nossa mãe. Ela que produziu condições: oxigênio, água doce, comida, fertilidade do solo para que pudéssemos existir. Então a nossa coevolução está dentro da floresta, e não à margem dela.”

 

Felipe Martins, analista ambiental do Parque Nacional da Tijuca, explica o projeto de recuperação que ocorre duas vezes por semana. “Aqui tem muitas plantas que foram introduzidas, e isso é muito agressivo para as espécies nativas. Por isso fazemos esse trabalho de retirada dessas plantas para resgatar um pouco da biodiversidade. Isso é benéfico para a fauna e para a flora.”

Sobre o livro

Escrito pelo especialista agroflorestal Sérgio Olaya e com prefácio de Ailton Krenak, ‘Amigos da floresta’ traz uma pegada ecológica à Turma da Mônica. Com as tradicionais ilustrações de Maurício de Sousa, Chico Bento e Professor Tupã pensam em formas sustentáveis de levar o alimento até a mesa.

As Turmas da Mônica e do Chico Bento conhecem um pouco mais da natureza. As crianças do Limoeiro são apresentadas ao professor Tupã e, com a ajuda dele, vão aprender como funciona o nosso ecossistema. Durante uma visita guiada à fazenda da Dona Cotinha, a turma descobre maneiras de cultivar benéficas a todos os seres vivos. O livro estará disponível nas livrarias em abril.

O prefácio do livro é de Ailton Krenak, líder indígena, ambientalista e escritor brasileiro. Em trecho, fala sobre a criação do livro: “Uma fantástica aventura do conhecimento, com a turma toda descobrindo uma nova tecnologia com a floresta produzindo chuvas, e o convite surpresa de Tupã para que todos passem um tempo fazendo plantios florestais, criando chuvas na sua Escola da Floresta. Ah, e quase ia me esquecendo! Preciso falar do autor deste conto que virou uma historinha com a Turma da Mônica e a Turma do Chico Bento. Ele é um professor para mim também. Sérgio Olaya veio à aldeia Krenak, onde moro, e trouxe sementes variadas, mudas de árvores nativas do Brasil, com uns amigos plantadores de chuvas. Claro que eu retribuí esse presente que nos deram com um convite para a Dança do Fogo. Mas isso é outra história.”