“Amy & Matthew”, de Cammie McGovern

23/04/2016 36 visualizações

Por Raquel Araujo

Amy e Matthew estudam na mesma escola desde pequenos, mas nunca passaram de meros conhecidos. Desde bebê, Amy tem que lidar com as dificuldades impostas pela paralisia cerebral. Ela sofre de espasmos constantes e usa um computador para se comunicar. A doença prejudica também a sua locomoção, por isso, ela precisa de um andador e dos cuidados constantes de um enfermeiro. Sem muitos amigos e já no último ano do ensino médio, Amy propõe a sua mãe um plano, que ela aceita com certa com relutância: contratar colegas de classe como auxiliares, para que ela possa se aproximar dos demais alunos.

Entre os escolhidos está Matthew, um rapaz reservado e soturno que esconde sofrer de transtorno obsessivo compulsivo. Aos poucos uma bonita amizade surge desse relacionamento. Amy e Matthew se completam e encontram no outro um verdadeiro refúgio. Juntos eles tentam superar a insegurança e lidar com os problemas.

A autora, que também é uma das fundadoras do Whole Children, uma instituição que oferece auxílio para crianças com necessidades especiais, usa deste conhecimento prático para escrever um enredo realista, chocante, mas encantador.

Muito mais que um caso de amor adolescente, “Amy & Matthew” fala sobre aceitação e como o afeto pode ajudar neste processo. Sincero e sutil, o livro desafia o leitor a enxergar além da mera característica física dos personagens.

Uma bonita história capaz de fazer repensar comportamentos e julgamentos. Uma experiência apaixonante  e uma leitura obrigatória.

Trecho:

(…) não acho que você tenha que cortar todos os seus relacionamentos para fugir das expectativas que as pessoas têm de você. Você pode simplesmente não fazer o que elas esperam, certo?”