Autores de POA e ES vencem premiação

19/06/2020 222 visualizações

O Prêmio Sesc de Literatura anuncia os vencedores da edição de 2020. São eles: o Caê Guimarães, carioca radicado no Espírito Santo, na categoria romance, com Encontro você no oitavo round, e o gaúcho Tônio Caetano com Terra nos cabelos, na categoria contos. Esta edição recebeu 1358 inscrições – 692 romances e 666 contos – que foram avaliadas por Ana Paula Maia, Renata Pimentel, Samarone Lima e Marcelo Moutinho.

Existente há 17 anos, o prêmio é uma parceria com a Editora Record, responsável por publicar e distribuir as obras e assim revelar novos escritores e incentivar a cultura no mercado literário.

No romance vencedor, Encontro você no oitavo round, Caê Guimarães conta a história de um pugilista que se debate entre um incômodo zumbido e a memória de sua outra ocupação antes de se dedicar ao boxe. Dias antes da sua última luta, ele conhece uma jornalista disposta a desvendar o que o fez tomar o caminho dos ringues, em uma narrativa de redenção. Poeta, Caê Guimarães também é jornalista, redator e roteirista.

Já no conto vencedor, Terra nos cabelos, o especialista em Literatura Brasileira e servidor público Tônio Caetano relata os diferentes percursos da mulher na nossa sociedade, envolvendo questões que abordam o mundo do trabalho, o primeiro beijo, ritos de iniciação e as violências externas e internas submetidas ao sexo feminino.

Em 2019, os vencedores foram Felipe Holloway, com o romance O legado da nossa miséria, e o jovem João Gabriel Paulsen, com o conto O doce e o amargo.