Arthur Schnitzler

Arthur Schnitzler floresceu na melancólica Viena do declínio dos Habsburgo. Em meio à desesperança do fim do século XIX, o combate ao anti-semitismo, à hipocrisia burguesa e à repressão sexual o definiam tanto quanto o talento visceral para os diálogos e a observação psicológica. Considerado imoral, escandalizou críticos, e a eles deu a única resposta considerada válida — a própria obra: Se ela perdurar, venceste.

Exibindo todos 4 resultados