Carina Rissi e outros autores em destaque

21/10/2019 8 visualizações

Algum dia | David Levithan | Galera

Desde que A consegue se lembrar, a vida significa acordar no corpo de uma pessoa diferente todos os dias, vivendo assim por 24 horas. Sem poder escolher onde será a próxima manhã. Se apaixonar por Rhiannon não estava em seus planos, mas foi inevitável. Tentando fugir desse amor impossível, A desaparece, acreditando que será o melhor para o casal. Mas as lembranças ainda estão impressas em Rhiannon e não existe urn dia em que a garota não sinta saudades. Enquanto isso, A continua com o coração partido, acreditando ser a única pessoa no mundo que troca de corpo todos os dias. Mas A estava errado. Há outros. X está à sua procura e não medirá esforços até conseguir um encontro. X alega querer apenas converser, mas será que suas intenções são só essas? Será que X tem as respostas que A tanto busca? Mas a que preço? Muito mais do que uma história de amor, Algum dia dia narra as múltiplas vivências de A, ora como urn adolescence vitima de bullying, ora como um garoto lutando contra a pobreza, para falar da importância da empatia e tocar em uma profunda questão filosófica: o que nos torna humanos?


Amor de encomenda | Carina Rissi | Verus

Melissa Gouvêa está totalmente focada na profissão. Responsável pela situação financeira da família, incluindo o caro tratamento médico da mãe, a determinada assistente sonha em se tornar a produtora de eventos da Allure. Como se casar não faz parte de seus planos no momento, ela se assusta ao saber que o namorado foi visto comprando um anel de noivado. Mas Mel não devia ter se preocupado tanto, já que o anel não era para ela e, pior ainda, a Allure foi contratada para o cerimonial do canalha. Mesmo assim, Melissa aceita o maior desafio de todos: produzir o casamento do ex. A bagunça em sua vida aumenta quando ela se vê dividindo o apartamento com o cara mais irritante, cínico, atrevido — e muito lindo, infelizmente — que conhece. Melissa devia se concentrar em manter o que resta de seu coração a salvo e sobreviver ao casamento do ex. O problema é que o novo colega de apartamento confunde sua razão e seus batimentos cardíacos, despertando desejos avassaladores até então desconhecidos. Tarde demais, Mel se dá conta de que seu coração nunca correu tanto perigo…


Crianças de Asperger | Edith Sheffer | Record

O regime nazista massacrou milhões na Europa durante a Segunda Guerra Mundial, classificando as pessoas de acordo com raça, religião, comportamento e condição física para tratamento ou eliminação. Os psiquiatras nazistas tinham como alvo crianças com diferentes tipos de deficiência – especialmente aquelas que demonstravam déficit de habilidades sociais –, alegando que o Reich não tinha lugar para elas. Hans Asperger e seu colega austríaco Leo Kanner foram os primeiros médicos a introduzir o termo “autismo” como diagnóstico independente para descrever certas características do distanciamento social. Asperger e seus colegas de fato se esforçaram em proporcionar cuidado individualizado para estimular o crescimento cognitivo e emocional de crianças que estariam na ponta “favorável” do espectro autista; no entanto, transferiram outras que consideraram intratáveis para o Spiegelgrund, um dos mais letais centros de extermínio de crianças do Reich. Crianças de Asperger nos leva a repensar como as sociedades avaliam, rotulam e tratam os indivíduos diagnosticados com algum tipo de deficiência.


De quem é o comando? | Eduardo Matos de Alencar | Record

A realidade dantesca do sistema penitenciário brasileiro é conhecida de todos: presídios superlotados, condições de existência insalubres e desumanas, ausência quase completa de atendimento jurídico, a tortura como forma cotidiana de punição — e a lista se torna cada vez mais brutal. Nesse cenário, o surpreendente nas terríveis rebeliões que periodicamente ocupam o noticiário nacional, com suas execuções bárbaras e rituais medievais, não é a eclosão eventual, mas que não ocorram todas as semanas. A chave desse enigma se encontra na pergunta: “De quem é o comando na prisão?” A análise sociológica fina de Eduardo Matos de Alencar dá as mãos à descrição etnográfica sensível e ao talento narrativo em busca de respostas.


Expedição Oriente | Heloisa Schurman | Record

Em 21 de setembro de 2014, depois de três anos de preparações, a família Schurmann partiu em uma aventura inédita por 812 dias, atravessando quatro oceanos, 50 mil quilômetros, cinco continentes, 29 países, em cinquenta localidades diferentes do planeta. O objetivo era refazer a rota que, segundo Gavin Menzies no livro 1421: o ano em que a China descobriu o mundo, os chineses teriam feito ao circum-navegar o globo com seus gigantescos juncos muito antes dos chamados “descobrimentos” europeus. A Expedição Oriente foi a terceira volta ao mundo da família. Dessa vez, no impressionante veleiro Kat, que combina tecnologia de ponta e soluções de sustentabilidade, Heloisa e Vilfredo voltaram a compartilhar o espaço a bordo com filhos e netos – todos bem-sucedidos cidadãos do mundo, criados no mar – e tripulantes selecionados para dividir com eles uma jornada de grandes desafios, momentos marcantes e experiências inesquecíveis.


História dos Candomblés do Rio de Janeiro | José Beniste | Betrand Brasil

Curiosamente, nunca houve, por parte de autores consagrados, interesse no estudo do desenvolvimento dos Candomblés do Rio de Janeiro.

Até agora. “História dos Candomblés do Rio de Janeiro” é fruto de intensa busca por documentos e relatos sobre a religiosidade de origem afro no Estado que data desde os anos 1970. Como resultado, tem-se uma obra que se destaca por seu ineditismo; por tratar de um assunto muito pouco estudado, saciando, assim, a curiosidade daqueles que se interessam tanto pelo Rio de Janeiro do ponto de vista histórico como pelo viés religioso.


Mal-estar da atualidade | Joel Birman | Civilização Brasileira

“Depois de toda guerra […]// Alguém tem que deitar ali/ na grama que cobriu/ as causas e consequências,/ com um matinho entre os dentes/ e o olhar perdido nas nuvens.” Como se nos lembrasse os versos de “O fim e o início”, da poeta Wisława Szymborska, Joel Birman, em Mal-estar na atualidade, ressalta a importância da existência de um tempo-espaço imbuído de potência analítica e transformadora da realidade. Ao promover o encontro entre as observações de Sigmund Freud em O mal-estar na civilização e o pensamento de Jacques Lacan sobre a ética da psicanálise e os seus desdobramentos políticos, Joel Birman reafirma a ideia de que, mais do que um método terapêutico, a psicanálise é um discurso crítico sistemático sobre a cultura. É também lugar subjetivo privilegiado para a reconexão do indivíduo (e, por isso, para a reconexão da sociedade) com a verdade, de maneira que seja possível experimentar a realidade (com todos os seus prazeres e suas dores) e, de maneira radical e revolucionária, transformá-la. Nesse processo de construção artesanal de “um estilo de existência caracterizado pela singularidade e pela diferença” – como Birman registra –, o sujeito se assemelha ao poeta que, ao buscar o nome das coisas desde a raiz, empreende uma escrita-vida singular. E dessa forma, a psicanálise, da mesma maneira que a poesia, surge como um caminho de vida possível, no sentido oposto ao da barbárie.


Nada mais maldito que um amor bonito | Everton Behenck | Bertrand Brasil

Nada mais maldito que um amor bonito é a ferramenta de Everton Behenck para desmacarar o amor no que ele tem de ambiguo. No início, o autor nos apresenta a grandeza de um sentimento que chega sem avisar e nos transforma em outra pessoa. Durante a leitura, acompanhamos sua mudança de perspectiva sobre a complexidade e a profundidade desse sentimento arrebatador. Por fim, a beleza dos acertos cede luga à perplexidade à medida que Everton expõe as densas camadas de um coração ferido e apaixonado. Com belíssimos textos de orelha escritos pelo renomado poeta Fabricio Carpinejar e por Martha Medeiros, a obra transborda poesia e sensibilidade.


O corpo interminável | Claudia Lage | Record

Em busca de suas origens, Daniel tenta reconstituir a história da mãe, uma guerrilheira desaparecida na ditadura civil-militar no Brasil. As tentativas de reconstruir a sua história pessoal junto à história do seu país e os fios de memória rompidos moldam a narrativa. Ao buscar informações sobre a mãe, surgem outras histórias, ou outras possibilidades de histórias, também desaparecidas, de tantas mulheres. Claudia Lage fez um livro sobre a ausência e também sobre a escrita, essa (im)possibilidade de se reinventar e se refazer por meio das palavras.


O filho | Jo Nesbo | Record

Desde que o pai foi encontrado morto com uma carta de suicídio na qual admitia ser um policial corrupto, Sonny prefere viver anestesiado pela droga. Por isso, aceitou cumprir pena por crimes que não cometeu — e, em troca, nunca lhe falta heroína. Ele se vê no centro de um esquema perigoso: agentes penitenciários, policiais, advogados e até um capelão desesperado — todos se empenham em mantê-lo drogado na prisão. Quando descobre a chocante verdade por trás da morte do pai, no entanto, é como se a revolta de Sonny o despertasse para a vida. O garoto planeja uma engenhosa fuga da prisão — onde passou os últimos doze anos —, além de uma grande vingança. Agora Sonny é perseguido não só pelas forças da lei como também por criminosos poderosos. Mas ele não é apenas a presa desse núcleo de corrupção: é também o caçador. E ele é movido por um único objetivo: fazer justiça com as próprias mãos. Custe o que custar.


O lado oculto | Nora Roberts | Bertrand Brasil 

Zane Bigelow cresceu em um mundo de mentiras e fingimentos, mas conseguiu escapar de sua vida atormentada por um violento trauma, para recomeçar em um lugar distante. Anos mais tarde, porém, um novo incidente o leva de volta a sua cidade natal e às pessoas que tanto ama, apesar das dolorosas lembranças. É durante seu período de readaptação que ele conhece Darby, uma talentosa paisagista que luta contra seus próprios demônios. Juntos, terão de enfrentar uma perigosa ameaça que espreita suas vidas e ensinarão um ao outro como superar o passado. Mas conseguirão deixar as dolorosas memórias para trás ou se deixarão dominar por seu lado mais obscuro?


Prazer Mortal | J.D. Robb | Bertrand Brasil

Um motorista foi morto com o pescoço ferido por uma besta, uma arma antiquíssima. O homem dirigia uma limusine e teve seus serviços contratos, supostamente, por um alto executivo de uma empresa tradicional e poderosa. Porém, o que foi descoberto depois é que a identidade deste foi roubada e não se sabe quem a vem usando. Dias depois, uma bela acompanhante de luxo é encontrada no parque de diversões de Coney Island com o coração atravessado por uma baioneta. Dessa vez, as pistas levam a um influente executivo de outra companhia importante cujos dados pessoais foram hackeados. O método fica bem evidente, mas a tenente Eve Dallas não encontra nenhuma motivação para os crimes. Ela receia, então, que esteja diante do tipo mais perigoso de assassino: aquele que mata por prazer e tem um apreço especial por tudo que o dinheiro possa comprar… inclusive a morte. Enquanto o tempo da próxima vítima deste singular serial killer se esgota, a investigação de Eve a conduz a um seleto círculo de ricos e famosos, frequentado, inclusive, por seu próprio marido. E Dallas logo vai descobrir que alguém neste grupo privilegiado embarcou em uma viagem sem volta rumo à perversão e à loucura.


Seu horóscopo pessoal para 2020 | Joseph Polansky | BestSeller 

 Tudo o que você precisa saber sobre o seu horóscopo para 2020 está reunido neste livro: dos tradicionais perfis psicológicos a previsões mensais detalhadas. Prepare-se para o futuro e aumente suas chances de sucesso e realização. Em suas previsões, Joseph Polansky fornece ao leitor orientações específicas para cada signo, indicando as tendências astrais mensais e mostrando a direção mais adequada para cada trânsito astrológico. Este livro é o manual de consulta indispensável para quem deseja estar em harmonia com os astros e se sentir realizado em todos os aspectos importantes da vida como amor, carreira e família. Se você está em busca das previsões mais precisas para o seu horóscopo em 2020, este é o livro ideal!


Trono de vidro: Império de tempestades | Sarah J. Mass | Galera

A série Trono de Vidro se tornou um fenômeno mundial. Nesse volume único do quinto livro da série, Império de tempestades, a trajetória intrigante e repleta de ação de Aelin Galathynius continua: ela atravessa e sobrevive à prisão, traições, perda de amigos e amores. Agora, deve vencer seu maior medo para salvar o mundo. A tarefa não é fácil. Com a vida e poder jurados ao povo que está determinada a salvar, a antiga assassina, conhecida como Celaena Sardothien, colocará a própria segurança em risco para proteger os seus. Mais que nunca, Aelin precisa de Rowan, de Dorian e de todos os aliados para conseguir descobrir a localização da relíquia sagrada capaz de banir de seu mundo a ameaça valg e os horrores libertados em Morath. Chegou a hora de levantar os exércitos de Erilea. De cobrar velhas dívidas… É hora de marchar contra o mais supremo dos males. E confiar na pureza de seu coração para trazer a luz.


Uma surpresa na primavera | Carrie Elks | Verus

Lucy Shakespeare é uma advogada de sucesso e, além de ser a mais velha das quatro irmãs, está acostumada a controlar tudo e todos ao seu redor, principalmente a si mesma – isto é, até conhecer o lindo Lachlan MacLeish. Lachlan contratou Lucy porque ele precisava da melhor advogada para defender sua herança, a propriedade de Glencarraig, que está subitamente em risco graças ao meio-irmão desonesto. Glencarraig é o único lugar onde as lembranças da família de Lachlan são felizes, e ele não vai desistir disso tão facilmente. No meio de todo esse problema, a última coisa que ele quer é uma distração, mas, assim que vê Lucy, percebe que está em apuros. Apesar do esforço de ambos, não demora muito para que Lucy deseje quebrar todas as suas minuciosas regras. E, enquanto viajam da Escócia para Paris e Nova York, ela não pode deixar de se perguntar: Será que, às vezes, vale a pena arriscar tudo?


Uma voz na noite | Andrea Camilleri | Record 

O detetive Salvo Montalbano está tendo um dia difícil. Primeiro ele é atacado na cozinha de casa por um polvo. Depois, no carro, é atacado por um playboy com uma chave inglesa depois de uma confusão no trânsito. Então, é encarregado de investigar um roubo a um supermercado. E ainda por cima é seu aniversário! A investigação do roubo é um trabalho corriqueiro, mas o gerente do supermercado está aterrorizado com a possível reação dos donos do estabelecimento — no caso, a máfia. Porém, tudo muda quando Guido Borsellino, o gerente, é encontrado enforcado em seu escritório. Foi um suicídio? Montalbano acha que não e, conforme se aprofunda na investigação, descobre que o poderoso diretor de uma empresa local pode estar por trás disso. Nesse meio-tempo, uma jovem é encontrada brutalmente assassinada no apartamento de Giovanni Strangio, o garoto da confusão no trânsito. Mas ele não só tem um forte álibi como também é filho de Michele Strangio, governador da província.