Coleção com ensaios de Eco ganha novo livro

28/04/2020 241 visualizações

A reflexão sobre o fascismo proposta pelo pensador italiano Umberto Eco em “O fascismo eterno” foi destaque no jornal O Globo no último fim de semana. O colunista Bernardo Mello Franco ressalta a importância do escrito para identificar quando o regime totalitário pode estar a espreita. Mello Franco transcreve algumas máximas que ajudam a entender a obra: “A paz me deu uma sensação curiosa. Tinham me dito que a guerra permanente era  condição normal de um jovem italiano”.

O livro mencionado em O Globo foi o primeiro de uma coleção de pequenos ensaios, que reúnem alguns textos inéditos de Eco. O segundo da série é “Migração e intolerância”, já à venda, segue a mesma linha ao reunir recordações do autor com suas interpretações para fenômenos ainda hoje atuais e mais do que nunca urgentes.