Grupo Editorial Record lança Very Important Book, que apresenta apostas editoriais para leitura antecipada por formadores de opinião

18/01/2018 8 visualizações

Blogueiros, booktubers, jornalistas e outros formadores de opinião já têm o privilégio de receberem das editoras vários livros que ainda estão em pré-venda e que chegarão às livrarias apenas algumas semanas depois.  Agora, por meio de uma iniciativa do Grupo Editorial Record,  vários deles receberão também exemplares exclusivos para leitura antecipada, antes mesmo da edição final. Esta é a premissa do Very Important Book (VIB), que divulga, em primeira mão, lançamentos selecionados pelos editores da casa.

Os livros que entram na categoria VIB são de autores estreantes, de perfis variados e vistos pelos editores como de grande potencial de mercado. A ideia é que eles cheguem aos influenciadores literários bem antes de irem para as livrarias. É que o explica a gerente de Marketing do grupo, Rafaella Machado: “Geralmente, o marketing começa a veicular campanhas on-line um mês antes de os livros chegarem às livrarias, e a campanha off-line só começa no lançamento. Nos VIBS, começaremos a falar dos livros de 3 a 4 meses antes. Quando o livro chega às livrarias, ele já está sendo comentado nas redes sociais, já existem resenhas no skoob.  E isso faz uma tremenda diferença”, afirma.

Enquanto o livro está sendo encaminhado para as diversas etapas editoriais, como copydesk e revisão, os integrantes do VIB, cerca de 300 a cada edição, recebem uma prova especial, já no prelo e com a arte final. O kit dos leitores inclui ainda brindes, que remetem ao universo de cada história. O primeiro encontro  do VIB foi realizado em dezembro num hotel no Rio de Janeiro. Lá, foram apresentados os dois livros que marcam a estreia da ação: “Um de nós está mentindo” ,thriller indicado para o prêmio Goodreads de melhor ficção jovem adulto de 2017, e “Felicidade para humanos”, trama que mistura romance e tecnologia e que foi lançada  há poucos dias nos Estados Unidos e na Inglaterra. Os livros chegam às livrarias brasileiras apenas em março.

A ideia do VIB partiu da Vice-presidente e Diretora Comercial do Grupo, Roberta Machado, após concluir um curso da universidade de Yale sobre estratégias de lançamentos editoriais. O programa das aulas era voltado justamente  para os cases de sucesso do marketing de boca a boca. Roberta conta como este tipo de iniciativa se encaixa no processo de transição do marketing editorial business-to-business para uma conversa direta com o leitor:

“Quando temos um livro muito bom, mas de autor desconhecido, e portanto, ainda sem audiência certa, o melhor marketing que podemos fazer é construir o  boca a boca para ele. Neste sentido, O VIB é uma das ferramentas para espalhar a recomendação de excelentes histórias, pinçadas com curadoria pessoal dos editores”, completa.