Marcelo Moutinho lança “Rua de Dentro” no Rio e em São Paulo

29/01/2020 236 visualizações

O escritor Marcelo Moutinho lançará “Rua de Dentro” (Editora Record) nos dias 30/01, quinta-feira, na Livraria da Travessa de Botafogo, e dia 01/02, sábado, na livraria Folha Seca, com direito a roda de jongo com o grupo Razões Africanas em plena Rua do Ouvidor, no Centro do Rio de Janeiro! E no dia 04/02, ele aterrissa em São Paulo para autografar o livro na Livraria da Travessa de Pinheiros.

No livro, de contos inéditos, o premiado escritor de Madureira inspirou-se na rotina das ruas do subúrbio carioca para narrar a realidade prosaica e ao mesmo tempo áspera de personagens “invisíveis”, tão reais quanto presentes em nosso dia a dia. Pessoas comuns, que vivem à margem, entre ruas secundárias e a invisibilidade social.

A paisagem do Rio de Janeiro emerge como uma personagem onipresente – ora principal, ora secundária – nos 13 contos que compõem, feito um mosaico, “Rua de dentro”. Mas não espere os cartões postais mais conhecidos do país, os grandes acontecimentos e nem tampouco experimentalismos formais. A escrita de Moutinho é traçada artesanalmente nos detalhes, com uma beleza lírica sem pressa em se revelar. É transitando entre a poesia e a aspereza de ruas e esquinas ordinárias que formam o cenário urbano do subúrbio carioca, uma geografia familiar a esse escritor de Madureira, que o autor encontra a sua matéria-prima; homens e mulheres periféricos, que vivem à margem, e amam e sonham e se desiludem, como qualquer um. São pequenos encontros em meio a uma série de desencontros e a constatação de que a “felicidade sempre teima por acabar”.

 

Ao descrever pequenos fragmentos do cotidiano, por vezes, um mero instante, Moutinho trata em suas narrativas breves de pessoas e famílias, mas não a tradicional família brasileira. Há também casais separados, amores perdidos, transexuais, lésbicas e gays que vivem à sombra, temerosos de que seus desejos mais íntimos sejam descobertos. O autor nem sempre revela a identidade de suas personagens. De algumas, ele guarda o anonimato, amplificando apenas seus dramas, suas dores e perdas.

 

SOBRE O AUTOR

Marcelo Moutinho nasceu em Madureira, subúrbio do Rio de Janeiro, em 1972. É autor dos livros “Ferrugem” (vencedor do Prêmio da Biblioteca Nacional, Record, 2017), “Na dobra do dia” (indicado ao Prêmio Oceanos, Rocco, 2015), “A palavra ausente” (indicado ao Prêmio Portugal Telecom, Rocco, 2011), “Somos todos iguais nesta noite” (Rocco, 2006), “Memória dos barcos” (7Letras, 2001), além do infantil A menina que perdeu as cores (Pallas, 2013). Organizou também diversas antologias, entre elas Conversas de botequim – 20 contos inspirados em canções de Noel Rosa (com Henrique Rodrigues, Mórula, 2017), O meu lugar (com Luiz Antonio Simas, Mórula, 2015), Dicionário Amoroso da Língua Portuguesa (Casa da Palavra, 2009) e Prosas cariocas – Uma nova cartografia do Rio (com Flávio Izhaki, Casa da Palavra, 2004). Seus textos foram também selecionados para antologias publicadas no Brasil e no exterior.

 

SERVIÇO

Três lançamentos no Rio e em São Paulo:

 

Livraria da Travessa Botafogo

Data e hora: Quinta-feira, 30 de janeiro, às 19h

Endereço: R. Voluntários da Pátria, 97 – Botafogo, Rio de Janeiro

 

Livraria Folha Seca

Data e hora: Sábado, 1º de fevereiro, às 15h

Endereço: R. do Ouvidor, 37 – Centro, Rio de Janeiro

 

Livraria da Travessa Pinheiros

Data e hora: Terça-feira, 4 de fevereiro, às 19h

Endereço: R. dos Pinheiros, 513 – Pinheiros, São Paulo