Marilyn Monroe pelo olhar de um vencedor do Pulitzer

22/02/2021 483 visualizações

De personalidade complexa e a frente do seu tempo, Marilyn Monroe teve sua vida recontada por Norman Mailer, um dos mais brilhantes escritores norte-americanos e vencedor do Prêmio Pulitzer por duas vezes. Marilyn (Ed. Record, 352 págs, R$47,90) conta a história da cantora, modelo e atriz, que estrelou em 29 filmes durante os anos de 1950 e 1960. Mas o autor vai além. A obra, que se tornou um best-seller mundial e foi publicada em edição comemorativa de 40 anos pela Editora Record, narra os mistérios, medos, atitudes, defeitos e qualidades da estrela.

Em um relato ao mesmo tempo realista e poético, Mailer mostra uma Marilyn Monroe diferente: manipuladora, inteligente e extremamente determinada. Muito distante da imagem de loura ingênua, mimada e sortuda, que atuava por intuição, o autor nos apresenta à verdadeira estrela, que desempenhou seu trabalho de maneira brilhante e sucumbiu à depressão no auge da carreira. Segundo The New York Times “Mailer reconstrói a vida de Marilyn e mostra como ela foi destruída.”

Outras curiosidades também são reveladas pelo autor. Na obra, ele apresenta a visão de Marilyn sobre os papéis que interpretou e como estava sua vida pessoal nessas ocasiões. As circunstâncias que levaram a estrela a óbito também levanta suposições, apesar de oficialmente ter sido considerado um “provável suicídio”.  Embora a causa de sua morte tenha deixado muitas dúvidas, não há questionamentos da figura memorável que foi Marilyn Monroe.