O Brasil nos últimos 50 anos em biografias, ensaios e romances

5/12/2019 634 visualizações

A história do Brasil nos últimos 50 anos até os dias de hoje passa por cinco lançamentos de 2019 que o Grupo Editorial Record. O Comício da Central do Brasil é um episódio fundamental em dois dos títulos da lista: a biografia da ex-primeira-dama Maria Thereza Goulart, de autoria de Wagner William, e o romance de Edney Silvestre, narrado em ritmo de thriller.

A reconstituição da trajetória do ex-presidente da Câmara de Deputados Eduardo Cunha inspira uma minuciosa biografia não autorizada dos repórteres Chico Otávio e  Aloy Jupiara. Pedro Cardoso e Mário Magalhães criaram cada ao seu modo a crônica do ano que marcou uma das guinadas mais radicais nos rumos do País.

Confira a lista:

DEUS TENHA MISERICÓRDIA DESSA NAÇÃO

 Chico Otávio e Aloy Jupiara

Os jornalistas Aloy Jupiara e Chico Otávio preencheram uma lacuna fundamental para a compreensão do país nos últimos vinte anos: por que mergulhamos em tão profunda depressão política? Para revelar a história de Eduardo Cunha, fizeram dezenas de entrevistas, mergulharam em documentos e processos, aprofundaram-se na leitura de livros, estudos e reportagens e tiveram acesso a informações exclusivas. Com o retrato que entregam neste impactante livro-reportagem, fornecem detalhes da ascensão e da queda do ex-presidente da Câmara – elementos fundamentais para a compreensão de uma época em que o jogo político caiu em um profundo poço de transações, corrupção e traições que vieram à tona de maneira dramática no cenário político brasileiro.  

 

SOBRE LUTAS E LÁGRIMAS – UMA BIOGRAFIA DE 2018 Escolhido como um dos melhores livros de 2019 pela revista Quatro Cinco Um, este título oferece ao leitor a primeira grande narrativa jornalística e literária sobre 2018. . O assassinato de Marielle e do motorista Anderson Gomes (14 de março), a prisão de Lula (7 de abril) e a facada em Bolsonaro (6 de setembro) são momentos dramáticos dessa história. Para entender o cenário político e como chegamos a este caos político
Mário Magalhães

 

PEDRO CARDOSO EU MESMO: EM BUSCA DE UM DIÁLOGO CONTRA O FASCISMO BRASILEIRO Das micro telas às páginas de um livro, Pedro Cardoso reúne aqui as crônicas políticas postadas em seu perfil no Instagram ao longo de quase três anos e analisa a relação com as redes sociais, com as fake news e com as selfies. Os textos trazem análises do autor divididas em oito partes, entre a posse de Jair Bolsonaro até 31 de março de 2019, quando o tom eleva para criticar a decisão de comemorar o golpe de 1964. Seleção de textos do ator Pedro Cardoso publicados em uma rede “antissocial”: o Instagram
Pedro Cardoso

 

O ÚLTIMO DIA DA INOCÊNCIA Ao aceitar a dica de um tarimbado fotógrafo, o protagonista sem nome vai se enredando em uma trama onde nada é o que parece, ninguém é quem diz ser, e crimes vêm sendo encobertos desde a ditadura de Getúlio Vargas. Padrinho político do presidente João Goulart. Que irá fazer naquele dia, o comício mais perigoso de sua gestão. Anunciará a reforma agrária e a nacionalização de empresas norte-americanas. O dia fatídico é: sexta-feira, 13 de março de 1964. Uma viagem emocionante no Brasil de 1964
Edney Silvestre

 

UMA MULHER VESTIDA DE SILÊNCIO – A BIOGRAFIA DE MARIA THEREZA GOULART A elegante mulher que, depois do Golpe de 1964 virou alvo de pesadas campanhas difamatórias, teve de encontrar força e altivez para reconstruir a vida ao lado da família no exílio no Uruguai. Impedida de comparecer ao velório sob a ameaça de ser presa, chorou a perda da mãe num cais à margem do rio que separa a Argentina do Brasil; enfrentou o assédio da imprensa até explodir num telegrama destinado ao jornal Diário Carioca e a colunistas sociais com um recado claro: “me esqueçam”. A biografia de Maria Thereza Goulart

 

Wagner William