Paulo Freire, Foucault, romances e mais lançamentos

16/06/2020 138 visualizações

O som do nosso coração, Emma Cooper

A vida da heroína de O som do nosso coração (Ed. Record, 406 págs, R$ 44,90), Melody King, não é nada fácil. Desde que sofreu um acidente e bateu a cabeça, ela adquiriu um estranho distúrbio: ela canta quando está ansiosa. E não só canta — alto, bem alto e às vezes errado —, como dança, faz performances e emenda uma música na outra, com letras sempre relacionadas à situação em questão. Como se isso já não fosse ruim o bastante, Melody está constantemente ansiosa. Seu marido, Dev, desapareceu há onze anos sem deixar rastros, e ela tem dois filhos adolescentes problemáticos: Flynn — que vive se envolvendo em brigas na escola por causa do bullying que sofre — e a caçula Rose — a supergênia e aluna exemplar que não consegue superar o desaparecimento do pai. Uma família unida e relativamente feliz, até Rose encontrar um relatório no site de pessoas desaparecidas de alguém cuja descrição bate com a do pai. Será que Dev está vivo?

 

Pânico, Lauren Oliver

Até onde você iria para escapar da sua vida? Em Pânico (Verus Editora, 336 págs, R$ 49,90) a autora best-seller Lauren Oliver, vai deixar os leitores sem ar. No Pânico, o perigoso jogo disputado pelos formandos do ensino médio as apostas são altas e a recompensa é ainda maior.  Heather jamais pensou em competir até que encontra algo — e alguém — por que lutar e descobre que é mais corajosa do que imaginava. Já Dodge nunca teve medo do Pânico. O segredo que ele guarda vai servir de estímulo e levá-lo até o fim do jogo. O que Dodge não sabe é que ele não é o único com um segredo. Todo mundo tem um motivo para jogar. Para Heather e Dodge, o jogo trará novas alianças, revelações inesperadas e a possibilidade do primeiro amor — e o conhecimento de que, às vezes, aquilo que tememos é o que mais precisamos. Pânico captura tanto a energia bruta do medo quanto a necessidade dolorosa de encontrar um lugar para pertencer, em uma narrativa envolvente de amizade, coragem e esperança.

 

Empresário industrial e desenvolvimento econômico no Brasil, Fernando Henrique Cardoso

Publicado originalmente em 1964, Empresário industrial e desenvolvimento econômico no Brasil (Civilização Brasileira, 238 págs, R$ 49,90) trata da formação do “espírito empresarial” e de sua contribuição para o desenvolvimento econômico do país. A obra busca entender o desenvolvimento econômico e as condições que se poderia encontrar no país, Empresário industrial e desenvolvimento econômico no Brasil considera a formação da sociedade industrial “de massas” e a formação do “espírito empresarial” para a formação do pais.

 

Dicas de um pai de santo, Pai Paulo de Oxalá

Escrito por Pai Paulo de Oxalá, um dos babalorixás mais respeitados do Brasil e pesquisador da cultura afro-brasileira, Dicas de um pai de santo traz saberes, mandingas e preces para todas as horas. Com dicas para cada um dos meses do ano e orações e preces o livro também aborda os cuidados ao se praticar as magias e traz diversas “mandingas” para conquistar ou recuperar o amor, para proteção, prosperidade, abrir caminhos, conseguir emprego, atrair clientes, adoçar o chefe, afastar a negatividade, ter saúde, comprar imóvel e alugar carro, além de banhos de descarrego.

 

História da sexualidade: O cuidado de si (Vol. 3), Michel Foucault

Em novo projeto gráfico, o terceiro volume da História da Sexualidade: O cuidado de si (Paz & Terra, 320 págs, R$ 59,90), estuda o desenvolvimento, nos dois primeiros séculos da nossa era, da arte da existência criada pelos gregos. Assim, examina o modo de subjetivação característico dessa época para compreender sua diferença tanto em relação à Grécia, que criou a estética da existência, quanto em relação ao cristianismo, que a inclinou na direção de uma hermenêutica do desejo.

 

 

A onda, Todd Strasser

Baseados em fatos reais, ocorridos em 1969 em um colégio na Califórnia, A onda (Galera, 160 págs, R$ 34,90) inspirou a série “Nós somos a Onda”, da Netflix, e o filme alemão homônimo, lançado em 2009. A turma do último ano do Colégio Gordon deveria estar estudando a Segunda Guerra Mundial, mas os alunos parecem um tanto quanto céticos em relação ao nazismo. Afinal, parece impossível para eles que a juventude alemã tenha apoiado um regime com ideias tão deturpadas, que causou a morte de tantas pessoas. Até que o professor de história tem a ideia perfeita para engajar a classe: um movimento estudantil focado no discurso de “disciplina” e “comunidade”, bastante semelhante às premissas que inspiraram a juventude de Hitler. Atraídos pela ideia de “igualdade” que propõe o movimento, os alunos veem na Onda a solução para problemas como bullying, desatenção e até mesmo o baixo rendimento do time estudantil em campo. Mas quando alguns alunos se recusam a se juntar à Onda, a pressão popular aumenta, e eles se veem vítimas da intolerância dos colegas.

 

Pedagogia dos sonhos possíveis, Paulo Freire

Publicado originalmente em 2014, Pedagogia dos sonhos possíveis (Paz & Terra, 400 págs, R$ 69,90) é composto de depoimentos, conferências, ensaios, cartas e diálogos. Além de insistir na unidade indissolúvel entre teoria e prática, convence-nos da necessidade do respeito aos direitos humanos, da tolerância com o diferente e da inviabilidade da existência humana sem as utopias, sem a esperança e sem os sonhos. Organizado por Ana Maria Araújo Freire, Pedagogia dos sonhos possíveis tem prefácio da educadora Ana Lúcia Souza de Freitas.