“Preciosa”, de Sapphire

3/10/2015 10 visualizações

Eu levei bomba quando tava com 12 anos por causa que tive um neném do meu pai. Foi em 1983. Fiquei um ano fora da escola. Esse vai ser meu segundo neném. Minha filha tem Sindro de Dao. É retardada. Levei bomba na segunda série também, quan­do tinha 7 anos, porque não sabia ler (e ainda mijava nas calças). Eu devia tá na décima primeira série, estudando pra ir pra dé­cima segunda série pra poder me formar. Mas não tô. Tô na nona série.”

É um espanto o primeiro parágrafo do livro Preciosa, que deu origem ao filme homônimo produzido por Oprah Winfrey, dirigido por Lee Daniels e premiado com o Oscar de melhor roteiro adaptado em 2010. Sapphire, a autora, escreveu o livro inspirada nas histórias que ouviu quando trabalhou como atendente em um abrigo no Harlem.

O relato da vida de Claireece Precious Jones, a Preciosa do título, é cruel. A garota engravidou duas vezes do próprio pai e era abusada também pela mãe, que ainda a explorava, obrigando-a a cuidar da casa, e batia nela. A menina sonhava em ser branca e magra, vestir roupas rosas e poder viver e estudar como qualquer criança de sua idade.

Preciosa, aos 16 anos, também não sabia ler. Mas é justamente quando entra para uma escola especial, conhece a professora Blue Rain e começa a aprender a escrever que a menina encontra finalmente um sentido para a vida. Lá ela conhece outras garotas em situações de risco, passa a se sentir querida pela primeira vez e decide romper com a mãe. Mas, no meio desse caminho tortuoso há ainda uma batalha a travar, contra o HIV, inoculado em seu corpo pelo próprio pai que a estupra desde criança.

O livro é um diário da luta de Precious para sobreviver. A menina se recusa a se tornar empregada doméstica, como prevê uma assistente social que a acompanha na escola especial. Quer estudar e se formar para criar o filho mais velho e resgatar a mais nova, numa instituição especial para crianças com Síndrome de Down. Quer ser vista. Ser alguém. Não aceita o seu destino de menina pobre, negra e abusada pelos pais.

Sapphire vem ao Brasil este mês para a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), na Bahia, a partir de 14 de outubro, onde lança O Garoto, que conta a história do filho de Preciosa.