A equação que ninguém conseguia resolver

Como um gênio da matemática descobriu a linguagem da Simetria

Autor(es): Mario Livio
Editora: Record
  • Brochura R$84,90

R$84,90

4 em estoque

Calcular Frete
Forma de Envio Custo Estimado Tempo de Entrega
Compartilhe:

Sinopse

Durante séculos uma equação atormentou os mais brilhantes matemáticos do mundo, que não conseguiam decifrá-la. A tarefa parecia impossível, até que dois jovens prodígios, separadamente, descobriram que ela não poderia ser resolvida pelos métodos tradicionais e revolucionaram a história da matemática. Eles eram o francês Évariste Galois (1811-32) e o norueguês Niels Henrik Abel (1802-29). Além da genialidade, a trajetória dos dois teve outro ponto em comum: ambos morreram jovens, de maneira trágica.Abel foi condenado à morte pela pobreza, morrendo de tuberculose aos 26 anos. Não menos terrível foi a vida de Galois. Durante a noite de 29 de maio de 1832, ele revisou seus artigos matemáticos, fez algumas correções e comentários, e escreveu sua anotação mais memorável e triste: “Não tenho tempo”. Na manhã seguinte, ele seria atingido por um tiro fatal durante um duelo. “Não chore, preciso de toda a minha coragem para morrer aos 20”, foram as últimas palavras de um dos maiores visionários de todos os matemáticos – a improvável combinação de um gênio como Mozart e um romântico como Lord Byron. Galois foi assombrosamente criativo e suas idéias mudaram a matemática de maneira profunda. O novo domínio criado por ele, a teoria de grupos – linguagem matemática que descreve a essência das simetrias e explora as propriedades -, expandiu- se muito além dos limites da matemática pura e entrou no reino das artes visuais, música, física e onde quer que simetrias possam ser encontradas. A simetria permeia objetos e conceitos que vão desde os tapetes persas às moléculas da vida; da música de Bach à escolha do parceiro ideal para se casar; da Capela Sistina à cobiçada “Teoria de tudo” e flocos de neve.A equação que ninguém conseguia resolver é um relato fascinante e acessível do astrofísico e matemático Mario Livio sobre simetria e tenacidade do intelecto humano frente a desafios aparentemente insuperáveis.

Sobre o autor

Mario Livio

Mario Livio é físico e matemático formado pela Universidade Hebraica de Jerusalém, é Ph.D. em astrofísica pela Universidade de Tel Aviv. Chefe da divisão científica responsável pelo telescópio espacial Hubble, coordena pesquisas em cosmologia e astrofísica. É autor de The Accelerating Universe, The Equation That Couldn’t Be Solved entre outros

Características

  • ISBN: 978-85-01-07650-2
  • Título Original: The equation that couldn’t be solved
  • Tradutor: Jesus de Paula Assis
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 23cm
  • Largura: 16cm
  • Profundidade: 2.2cm
  • Lançamento: 10-09-2008
  • Páginas: 406