A estrela sobe

Autor(es): Marques Rebelo
Editora: José Olympio
  • Brochura R$59,90

R$59,90

Lançamento: 02-07-2022
Compartilhe:


Sinopse

Leniza, como a cidade desigual em que habita, é maliciosa e tímida, interesseira e piedosa, amorosa e cruel. Ela vai em busca de seus sonhos, a qualquer custo.

 

Leniza Máier, cantora de rádio!…

Retrato nos jornais, dinheiro à beça, vestindo fino, comendo bem! Que igual a Carmen Miranda não há, mas Leniza é um encanto, e há tantas piores no rádio… E, assim, sonha alto a moça nascida no Santo Cristo, criada na Saúde, bairros berços do espírito carioca do samba e da ginga. E o caminho dos ambiciosos rumo ao estrelato pedem, justamente, muito jeito e alguma malícia.

A estrela sobe é considerado pela crítica como o romance maduro de Marques Rebelo, escritor, jornalista e grande cronista do Rio de Janeiro dos anos 1930 e 1950. Em seus contos, crônicas e romances, o autor foi responsável por trazer a realidade das classes médias e suburbanas de uma cidade em plena transformação, fim da Primeira República; Era Vargas; industrialização; aceleração urbana; explosão radiofônica; início de uma cultura e um consumo de massa. Com cadência, ritmo e um estilo particular, repleto de coloquialidade, gírias e molejo, Rebelo é quem encanta leitores e leitoras com uma narrativa realista, mas que também ressoa à radionovela – tanto que, em 1974, o livro foi adaptado para o cinema e foi estrelado pela grande atriz Betty Farias.

De acordo com Luiz Antonio Simas, historiador, professor e escritor, que assina o prefácio desta edição, A estrela sobe é, de certa forma, um romance sobre o próprio Rio de Janeiro em que são expostas contradições, amores, violências e fascínios, camadas cheias de tensão e intensidade. E ao lembrar-se de músicas de Noel Rosa, conterrâneo de Marques Rebelo, Simas nos evoca a ler A estrela sobe e ouvir uma voz, como se fosse no calor de agora: “Prazer, sou a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Mas vocês podem me chamar de Leniza Máier”.

Sobre o autor

Marques Rebelo
Marques Rebelo

Marques Rabelo (1907–1973), pseudônimo de Eddy Dias da Cruz, nasceu no bairro de Vila Isabel, subúrbio do Rio de Janeiro, cenário constante em sua obra. Dedicou-se ao jornalismo a partir da década de 1920 e foi cronista não só da efervescência da Cidade Maravilhosa, mas também do Brasil, além de um especial interesse pelas crônicas de viagem. Em 1964, foi eleito para a cadeira 9 da Academia Brasileira de Letras. A Editora José Olympio publica sua vasta obra, que inclui A estrela sobre, Marafa e O trapicheiro

Características

  • ISBN: 978-65-584-7046-5
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 20.5cm
  • Largura: 13.5cm
  • Profundidade: 1.5cm
  • Lançamento: 02-07-2022
  • Páginas: 272