Foto A felicidade é fácil
Foto A felicidade é fácil
Capa A felicidade é fácil
4ª capa A felicidade é fácil
Oferta!
 

A felicidade é fácil

Autor(es): Edney Silvestre
Editora: Record
Selecione o formato

R$59,90 R$56,90

Em estoque

Compartilhe:


Sinopse

Um dos maiores desafios para um autor é lançar um novo livro depois de um primeiro retumbante sucesso. Cria-se enorme expectativa e essa pressão pode inibir o escritor. Edney Silvestre enfrentou esse problema: Se eu fechar os olhos agora mereceu importantes prêmios literários e despertou o interesse do mercado estrangeiro. Sem se abalar por essas questões circunstanciais, Silvestre trabalhava uma nova narrativa, essa que temos em mãos.A felicidade é facil comprova que Silvestre veio ocupar um lugar de destaque no quadro literário brasileiro. Com engenho, ele subverte a forma vencedora do primeiro romance, em que a macro-história (o conturbado período pré-ditadura militar) servia como pano de fundo a um relato de violência e mandonismo. Neste novo livro, os destinos pessoais estão indissoluvelmente ligados à macro-história, o governo Collor. O autor une as duas pontas da história recente do Brasil: se em Se eu fechar os olhos agora havia ainda uma certa inocência, por meio do olhar das crianças, em A felicidade é fácil ingressamos na era do cinismo, do despudor, do salve-se quem puder.Tecnicamente, Silvestre nos dá uma lição: com alguns elementos típicos da narrativa policial, cria um romance político, gênero difícil e quase inexplorado no Brasil. Tudo transcorre, em capítulos intercalados, em menos de 24 horas, a partir da cena de um sequestro. Ficamos conhecendo então Olavo e Ernesto, publicitários envolvidos com a alta corrupção do governo federal; Mara, uma ex-acompanhante de executivos; Irene e o marido, além do filho, empregados domésticos; Major, motorista particular, e sua filha, Bárbara; e os membros de uma quadrilha internacional de sequestradores.Impressionante como Silvestre penetra nos universos distintos de cada um desses personagens. O narrador trafega com desenvoltura pelos gostos consumistas de Olavo e Mara, pelos meandros da sangria de dinheiro do Brasil para o exterior, pelo mundo de desejo e frustração do casal Irene-Stephan e do Major e sua filha e, ainda, pelo linguajar e modos de delinquentes de alto coturno.Ao fim e ao cabo, em meio à lama que parece avançar sobre tudo, Silvestre encontra esperança. Como no poema de Drummond, em que uma flor fura “o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio”. Sublime.

Sobre o autor

Edney Silvestre

Ganhador dos Prêmios Jabuti e São Paulo de Melhor Romance em 2010, o jornalista e escritor Edney Silvestre tornou-se, desde sua estreia, com Se eu fechar os olhos agora, um dos mais traduzidos escritores da nova literatura brasileira. Seus romances foram publicados na França, Inglaterra, Alemanha, Holanda, Portugal, Itália e Sérvia.
É autor dos romances A felicidade é fácil, Vidas provisórias e Boa noite a todos, e do livro de contos Welcome to Copacabana & outras histórias. Foi correspondente em Nova York do jornal O Globo e da TV Globo, para a qual cobriu os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. Suas experiências jornalísticas internacionais estão nos livros Dias de cachorro louco, Outros tempos e Contestadores.

Características

  • ISBN: 978-85-01-09499-5
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 21cm
  • Largura: 14cm
  • Profundidade: 1.3cm
  • Lançamento: 14-10-2011
  • Páginas: 224
Gêneros: