Oferta!
 

A fome vermelha

A guerra de Stalin na Ucrânia

Autor(es): Anne Applebaum
Editora: Record
  • Brochura R$109,90 R$87,90

R$109,90 R$87,90

Em estoque

Compartilhe:

Sinopse

Devastador e definitivo, A fome vermelha captura o horror em que consistiu homens e mulheres animalizando-se para sobreviver a um mal sem precedentes.

Em 1929, Stalin lançou uma política de coletivização de agricultura – na prática, uma segunda Revolução Russa – que expulsou milhões de camponeses de suas terras e os levou a fazendas coletivas. O resultado foi uma fome assassina, a mais letal na história da Europa. Pelo menos 5 milhões de pessoas morreram entre 1931 e 1933 na União Soviética. Porém, em vez de enviar auxílio, o Estado soviético fez uso daquela barbárie para se livrar de um problema político: mais de 3 milhões de mortos eram ucranianos, que pereceram não por serem vítimas acidentais de uma política catastrófica, mas porque o Estado trabalhou deliberadamente para exterminá-los.

Neste livro perturbador, Anne Applebaum prova o que há muito se suspeitava: após uma série de rebeliões nas províncias, Stalin buscou ativamente eliminar o campesinato ucraniano. O Estado fechou as fronteiras da República e confiscou toda a comida disponível. A fome se espalhou rapidamente, e as pessoas se resignaram a comer qualquer tipo de coisa: grama, cascas de árvore, cães, cadáveres.

Mas a fome foi apenas metade da história. Enquanto camponeses morriam no interior, a polícia secreta soviética lançava simultaneamente um ataque contra as elites intelectuais e políticas ucranianas. À medida que a fome se alastrava, uma campanha de calúnias e de repressão foi desencadeada contra os intelectuais, professores, curadores de museus, escritores, artistas, clérigos, teólogos, funcionários públicos e burocratas da Ucrânia.

Esses dois desenvolvimentos – a Holodomor, no inverno e primavera de 1933, e as perseguições às classes política e intelectual ucranianas nos meses que se seguiram – desaguaram na sovietização da Ucrânia, na destruição da ideia de nacionalidade ucraniana e na neutralização de qualquer desafio ucraniano à unidade soviética.

No momento que a Rússia, sucessora da União Soviética, coloca a independência da Ucrânia na mira mais uma vez, A fome vermelha relata, em detalhes, um dos maiores crimes de Stalin e suas consequências até os dias atuais – uma obra que ilumina a compreensão histórica de ímpetos que fundamentam as ameaças à ordem política do século XXI.

Sobre o autor

Foto Anne Applebaum
Anne Applebaum

Anne Applebaum é colunista do Washington Post e professora da London School of Economics, além de contribuir para o New York Review of Books. Seus livros anteriores incluem Cortina de Ferro: o esfacelamento do Leste Europeu (1944-1956), ganhador do Cundill Prize e finalista do National Book Award, e Gulag: uma história dos campos de prisioneiros soviéticos, vencedor do Prêmio Pulitzer de não ficção e finalista de três outros prêmios importantes.

Características

  • ISBN: 978-85-01-11693-2
  • Título Original: The red famine
  • Tradutor: Joubert de Oliveira Brízida
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto; Mapas; Fotografias
  • Altura: 23cm
  • Largura: 15.5cm
  • Profundidade: 3.2cm
  • Lançamento: 21-10-2019
  • Páginas: 560