Oferta!
 

A morte da porta-estandarte; Tati, a garota e outras histórias

Autor(es): Anibal Machado
Editora: José Olympio
  • Brochura R$57,90 R$46,30

R$57,90 R$46,30

Em estoque

Compartilhe:

Sinopse

A morte da porta-estandarte; Tati, a garota e outras histórias reúne 13 contos de Aníbal Machado (1894-1964). Apesar de ter poucas publicações, o autor é considerado um dos maiores contistas brasileiros. Esta reedição conta com novo projeto gráfico e introdução escrita por Mario Pontes. A última publicação ocorreu em 1997. Entusiasta das escolas de vanguarda do início do século XX, toda sua obra literária é muito influenciada pelo Modernismo, mas também apresenta características de diversas tendências da época. A velocidade da vida moderna aparece como elemento fundamental nas ficções do escritor mineiro: navios, trens e linhas telegráficas são recorrentes em sua obra No conto o Iniciado do Vento, dedicado a João Cabral de Melo Neto, o vento tem um papel marcante, ao deixar de ser um mero fenômeno e determinar a solução do conflito. Este conto tem características que o aproximam sutilmente do surrealismo por apresentar elementos do real e do fantástico. O desvio da realidade também pode ser percebido em O desfile dos chapéus, O piano e O rato, o guarda-civil e o transatlântico. Publicado com o nome de Vida Feliz em 1944, com o já célebre A morte da porta-estandarte, que conta a história de uma tragédia carioca, e outros textos. Em 1954, vários contos foram somados a esta coletânea e o livro passou a se chamar Contos Reunidos, que por motivos editoriais teve seu título trocado para o atual. Entre os contos acrescidos em 1954 está Viagem aos seios de Duília, dedicado a seu amigo Carlos Drummond de Andrade e considerado um dos contos brasileiros mais importantes do século passado. No texto, o autor conta a história de José Maria que após anos de trabalho em uma repartição pública, se aposenta e precisa reinventar a sua vida. Outro destaque do livro é o conto Tati, a garota. Nele, uma mulher grávida se muda de um bairro pobre da periferia do Rio de Janeiro para Copacabana. O texto de Aníbal virou filme, em 1973, com direção de Bruno Barreto e Dina Sfat e Hugo Carvana no elenco.

Sobre o autor

Anibal Machado
Anibal Machado

Características

  • ISBN: 978-85-03-01074-0
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 21cm
  • Largura: 14cm
  • Profundidade: 1.7cm
  • Lançamento: 26-02-2010
  • Páginas: 320