Capa de À sombra desta mangueira
eBook
 

À sombra desta mangueira

Autor(es): Paulo Freire
Editora: Paz & Terra
Selecione o formato

R$37,90

Como Comprar
Compartilhe:

Sinopse

A edição que o leitor tem em mãos consiste em cuidadosa e minuciosa revisão do À sombra desta mangueira, a partir dos manuscritos de próprio punho do autor Paulo Freire, realizada por mim, sucessora de sua obra. Esta 11ª edição, que a Editora Paz e Terra nos brinda, além de ser um dever meu – o de divulgar a obra literária de meu marido com autenticidade -, é também uma homenagem a ele pelo merecido título que recebeu, em 2012, de Patrono da Educação Brasileira. Neste livro ele não poupa críticas ao neoliberalismo, nos mostrando com competência amorosa que esta nova compreensão do mundo é ideológica, entre outros motivos, justamente por proclamar que não há mais ideologias nem história. Assim, nem classes sociais e os consequentes conflitos entre elas. Com sua contumaz lucidez, ele denuncia esta ideologia, que se pretende ser uma filosofia, que miopiza os incautos através do avanço tecnológico, este na verdade, um suporte ideológico que, sobretudo, favorece o poder material dos poderosos a serviço da manutenção do status quo; que afirma, a manhosa e manipuladoramente, a inexorabilidade de mudanças diante das injustiças; que desproblematiza o futuro, através da “insensatez e brutalidade dos burocratas”. Ao mesmo tempo, Freire esperançadamente afirma a história como possibilidade e não como determinismo, marca a diferença entre treinamento e formação, condena os dogmatismos, inclusive os dos partidos políticos progressistas e reacionários; formaliza a dialética da unidade na diversidade, mas sobretudo e veementemente, recusa a “morte da História, da utopia, dos sonhos”. Ainda nos fala da sua experiência do exílio. As reflexões políticas e éticas, postas com beleza e sabedoria em todos os momentos da escrita do À sombra desta mangueira a faz uma obra fundamental, não apenas para os profissionais da educação, que sabem que “o domínio técnico é tão importante para o profissional quanto a compreensão política o é para o cidadão” e que ambas as formações cabem aos educadores/as, mas também é fundamental àqueles que acreditam num mundo mais justo, verdadeiramente democrático, onde a formação técnica, científica e profissional seja tão importante quanto o sonho e a utopia. Ana Maria Araújo Freire

Sobre o autor

Paulo Freire

Paulo Freire (Recife, 1921–São Paulo, 1997) é Patrono da Educação Brasileira. É um dos brasileiros mais célebres e um dos filósofos do século XX mais lidos do mundo, segundo levantamento do Massachusetts Institute of Technology. Escreveu dezenas de livros, entre eles, Pedagogia do oprimido, a terceira obra de ciências sociais e humanas mais citada no mundo, de acordo com a London School of Economics.
Em 1963, em Angicos, interior do Rio Grande do Norte, trezentos trabalhadores rurais foram alfabetizados em apenas 40 horas, pelo método proposto por Paulo Freire. Esse foi o resultado do projeto-piloto do que seria o Programa Nacional de Alfabetização do governo de João Goulart, presidente que viria a ser deposto em março de 1964. Em outubro desse mesmo ano, Freire deixou o Brasil para proteger a própria vida. Apenas voltou a visitar o país em 1979, com a abertura democrática.
Ao longo de sua história, Paulo Freire recebeu mais de cem títulos de doutor honoris causa, de diversas universidades nacionais e estrangeiras, além de inúmeros prêmios, como Educação para a Paz, da Unesco, e Ordem do Mérito Cultural, do governo brasileiro. Integra o International Adult and Continuing Education Hall of Fame e o Reading Hall of Fame.

Características

  • Formato: ePUB
  • Suporte: Texto
  • Lançamento: 31-12-2012