capa Encurtando a adolescência
Oferta!
 

Encurtando a adolescência

Autor(es): Tania Zagury
Editora: Record
Selecione o formato

R$89,90 R$76,40

3 em estoque

Compartilhe:

Sinopse

Em suas viagens pelo país, a pesquisadora e filósofa Tania Zagury, mestra em educação, vem mantendo um diálogo franco e aberto tanto com pais que a procuram carregados de dúvidas a respeito de seu papel diante dos filhos como com os próprios jovens. A profundidade de suas pesquisas e estudos, em boa parte registrados em livros que se tornaram referência, como O adolescente por ele mesmo e Sem padecer no paraíso – ela é procurada com freqüência pela imprensa para expor opiniões sobre o tema -, apontam para um paradoxo: muitos pais se vêem hoje diante do desafio de educar um pré-adolescente que muito cedo começa a reivindicar liberdade ou com um jovem adulto que, limitado pela concorrência profissional do mundo globalizado, vê-se obrigado a adiar a data de sua emancipação.Para responder às perguntas que são freqüentemente dirigidas a ela em palestras e encontros, Tania Zagury as relacionou e sintetizou em ENCURTANDO A ADOLESCÊNCIA, que a Record está colocando nas livrarias. Em linguagem objetiva e não acadêmica, a autora indica caminhos e propõe reflexões sobre a educação de adolescentes.Como enfrentar a duração da adolescência de filhos que, aos 11 anos, começam a exigir seus direitos ou, aos 20, muitas vezes ainda são totalmente dependentes da estrutura familiar? Este novo adolescente, maturado de forma precoce e inconsistente pela mídia, e aprisionado pelas exigências do novo mercado de trabalho, transformou-se num desafio para pais e educadores: é preciso conhecê-lo melhor e prepará-lo para a sociedade. A adolescência vem se tornando cada vez mais longa. A Organização Mundial da Saúde considera adolescentes jovens entre 10 e 20 anos; há pouco, era o período compreendido entre 13 e 18 anos. Parece que boa parte dos jovens insiste em não crescer, em não assumir tarefas e responsabilidades que caracterizam a idade adulta. Ao mesmo tempo, cresce a marginalização de jovens das classes média e alta, o aumento do consumo de drogas, da violência e do consumismo e o estabelecimento da cultura do prazer e do lazer, que pretere toda espécie de responsabilidade. Em ENCURTANDO A ADOLESCÊNCIA, Tania Zagury mostra que, acima de tudo, a ação segura e firme dos pais é a forma mais eficiente de conduzir os filhos a um destino produtivo, saudável e feliz. Ressaltando a importância dos aspectos sociais da educação antes dos psicológicos, ela defende a abreviação do período de adolescência como forma de estímulo a que os jovens assumam responsavelmente as rédeas de seu destino e de seu futuro. A autora mostra que este caminho também produz nos pais o fortalecimento da auto-estima, a superação do medo de errar e o fim da postura de superproteção – fatores que, entre outros, levam à eternização da adolescência dos filhos.

Sobre o autor

Tania Zagury

Nascida no Rio de Janeiro, filósofa, pesquisadora, mestre em Educação e Professora Adjunta da UFRJ, Tania Zagury vem mantendo em todos os seus livros uma linha de trabalho que se caracteriza pela pesquisa científica fundamentada no estudo de fatos colhidos na realidade social. A autora utiliza linguagem clara e objetiva, propiciando tal aproximação de seu leitor, que não só faz com que sua obra atinja pessoas de todos os níveis culturais, como também justifica a grande vendagem de seus livros. A produção literária de Tania Zagury é extensa, totaliza hoje 34 livros, muitos dos quais traduzidos para o exterior (Itália, França, Espanha, Argentina, Canadá, México, República Dominicana e Cuba).

Características

  • ISBN: 978-85-01-05514-9
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 21cm
  • Largura: 14cm
  • Profundidade: 1.8cm
  • Lançamento: 08-03-1999
  • Páginas: 320