GENET – UMA BIOGRAFIA

Autor(es): Edmund White
Editora: Record
  • Brochura R$139,90

R$139,90

2 em estoque

Calcular Frete
Forma de Envio Custo Estimado Tempo de Entrega
Compartilhe:

Sinopse

GENET: UMA BIOGRAFIA é o relato definitivo da vida marginal – dos internatos à deportação, passando pelas cadeias – de um dos mais polêmicos escritores franceses do século XX. Edmund White apresenta uma biografia meticulosa, fruto de um trabalho de sete anos de pesquisa, onde apresenta o trabalho de Genet de uma forma concisa e sem preconceitos. “Genet foi amigo das principais mentes de seu tempo: o filósofos Sartre, Derrida e Foucault; os escritores Cocteau e Jouhandeau, Juan Goytisolo e Moravia; os compositores Stravisnky e Boulez; o diretor de teatro Roger Blin; os pintores Leonor Fini e Christian Bérad, o escultor Giacommetti; os líderes políticos Pompidou e Mitterand”, diz White. Ladrão, prostituído, prisioneiro, mendigo, bastardo, Jean Genet é um dos monstros sagrados da literatura francesa. “Apenas um punhado de escritores do século XX, como Kafka e Proust, tem uma voz e um estilo tão importantes, tão autorizados, tão irrevogáveis”, escreveu Susan Sontag no lançamento de romances do autor nos Estados Unidos, em 1963. Genet passou a juventude em reformatórios e prisões onde afirmou sua homossexualidade. Enquanto compunha romances ou peças consagradas como O balcão, Os negros e Os biombos criou uma chocante mitologia pessoal marcada por escândalos, roubos e rixas. Colecionou uma sucessão de amantes que o acompanharam pelo bas fond parisiense e conquistou o grand monde intelectual europeu. Seus primeiros trabalhos – Nossa Senhora das Flores e O milagre da Rosa, chamaram a atenção de Jean Cocteau, mas foi através da influência de Jean Paul Sartre que ficou famoso. Depois do suicídio de um de seus amantes, do amigo e tradutor Bernard Frechtman e de uma tentativa de suicídio, Genet atravessou a década de 1960 colhendo frutos de sucesso de seus romances, peças e roteiros. Mas a partir dos anos 70 até a sua morte em 1986, engajou-se na defesa de trabalhadores imigrantes na França, assumiu a causa dos palestinos e envolveu-se com líderes de movimentos norte-americanos como Panteras Negras e beatnicks. “Eu não tenho leitores, e sim milhares de voyeurs que me espiam de uma janela que dá para o palco da minha vida pessoal”, declarou certa vez o escritor. A obra e a vida de Genet cobrem um vasto território intelectual, social e político que ressurge nesta biografia de Edmund White não só como recuperação de uma trajetória ímpar, mas como um painel de movimentos culturais do século XX. GENET faz parte da Coleção Contraluz, dedicada à sexualidade, seus aspectos históricos, políticos, literários e antropológicos. Edmund White nasceu em Cincinatti, Ohio em 1940. Professor da Universidade de Princeton, publicou entre outras obras, Forgetting Elena; Nocturner for the King of Naples; States of Desire: Travels in Gay America; O jovem americano; O lindo quarto está vazio; O homem casado; Flaneur – um passeio pelos paradoxos de Paris “Uma biografia inteligente e encantadora, sem preconceitos.” London Review of Books “Uma contribuição ímpar para a compreensão da obra de Genet, de seu idiossincrático sistema ético e singular experiência de vida (…) Memorável.” San Francisco Review of Books

Sobre o autor

Edmund White
Edmund White

Características

  • ISBN: 978-85-01-05423-4
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 23cm
  • Largura: 16cm
  • Profundidade: 2cm
  • Lançamento: 18-06-2003
  • Páginas: 784