Oferta!
 

Kit Mulher Sensível

  • Kit / Brochura R$89,90 R$44,90

R$89,90 R$44,90

Em estoque

Compartilhe:


Sinopse

O Kit Mulher Sensível reúne três livros com histórias comoventes e inesquecíveis.

Um milhão de pequenas coisas

Ruth Jefferson é enfermeira obstetra com mais de vinte anos de experiência em um hospital de Connecticut. Durante seu turno, Ruth inicia exames de rotina em um recém-nascido, mas instantes depois é transferida para cuidar de outro paciente. Os pais do bebê são supremacistas brancos e não querem que Ruth, que é negra, toque em seu filho. O hospital atende ao pedido deles, mas, no dia seguinte, o bebê sofre um problema cardíaco enquanto Ruth está sozinha no berçário. Ela obedece às ordens ou intervém?

Ruth hesita antes de realizar os procedimentos de reanimação e, como resultado, é acusada de um crime grave. Kennedy McQuarrie, uma defensora pública branca, aceita seu caso, mas dá um conselho inesperado: ela insiste que mencionar raça no tribunal não é uma boa estratégia. À medida que o julgamento avança, Ruth e Kennedy devem ganhar a confiança uma da outra e perceber que o que lhes foi ensinado a vida toda sobre os outros – e elas mesmas – pode estar errado.

Pacientes que curam: O cotidiano de uma médica do SUS

Os textos de Pacientes que curam apresentam o que Julia – uma mulher negra,  médica de família e comunidade, mãe e cantora – vivenciou no plantão no hospital, em seu consultório na Unidade Básica de Saúde, na UPA ou em visita a pacientes em casa. E, ao fazer isso, traçam um retrato de um Brasil periférico, que vive mal desde sempre. Ao mesmo tempo, revelam o que há de universal, de sensível, no humano. No livro, vemos como saúde é muito mais do que não estar doente: é ter garantido o direito ao trabalho, à moradia, à alimentação, à educação, ao lazer e aos demais componentes do Estado de bem-estar social. Mas como proporcionar direitos às pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social? Pacientes que curam é um livro para se emocionar, para rir. É diversão e é alimento para a luta. Um livro para pessoas que sentem muito pelas injustiças e que teimam em mudar o mundo.

Paula

Em 1991, a filha de Isabel Allende, Paula, ficou gravemente doente e foi internada em um hospital na Espanha. A escritora acompanhou o sofrimento de Paula durante meses, em coma provocado por uma doença rara. Ao lado do leito da filha inconsciente, Isabel fez anotações em um caderno, escrevendo coisas com o intuito de lembrar a Paula quem ela era e de onde vinha, imaginando que Paula, ao despertar, poderia ter perdido a memória. A história que Isabel Allende escreve não é somente a sua: é a de sua família, a de seu país, a da América Latina de meados do século 20. De ancestrais bizarros a lembranças da infância aos anos de chumbo no Chile em plena ditadura militar.

Paula morreu em 6 de dezembro de 1992. No dia 8 de janeiro de 1993, Isabel Allende pegou o material contido nesse caderno, além das 108 cartas que havia trocado com Panchita, sua mãe, no decorrer do ano anterior, releu tudo e foi colocando em ordem cronológica o que havia acontecido.

Em Paula, Isabel Allende nos faz rir, chorar, se emocionar, se aterrorizar e celebra a vida com a  coragem de uma mulher que soube dar a volta por cima.

Sobre o autor

foto jodi picoult
Jodi Picoult

Jodi Picoult é autora de mais de vinte e cinco livros, publicados com grande sucesso de crítica e público em mais de trinta países, incluindo o best-seller A guardiã da minha irmã, lançado no Brasil pela Verus e transformado no filme Uma prova de amor. Seus livros já venderam mais de 30 milhões de exemplares no mundo todo. A autora estudou redação criativa em Princeton e é mestre em educação pela Universidade de Harvard. Ganhou diversos prêmios e é uma das escritoras mais queridas no mundo inteiro. Jodi, o marido e os três filhos vivem em New Hampshire, nos Estados Unidos.

Julia Rocha
Julia Rocha

Julia Rocha é mineira de Belo Horizonte. Isso já diz muito sobre ela, mas não diz tudo. Julia é médica, cantora, compositora, escritora, colunista, mãe e doula. Tem sensibilidade aguçada para ouvir as pessoas, é especialista em gente. Ela lança disco, livro, texto e videoclipe enquanto dá banho na filha e faz o almoço. Em suas redes e pelo mundo, Julia segue defendendo o SUS e a saúde como um direito. Latino-americana na integralidade da palavra, é uma militante antirracista, ecossocialista, e encontrou na radicalidade dos sonhos o caminho para seguir acreditando que há um mundo melhor e possível para todas as pessoas. Vegana, Julia é alguém que acredita na beleza e na potência da diversidade do humano e do não humano. Um fato importante a saber sobre Julia é que ela pagou o valor de um micro-ondas novo para consertar o seu micro-ondas velho. Ela também fez isso com o sofá, o colchão e o computador.  Essa é uma síntese bastante razoável sobre ela. É uma solitária inconformada com a obsolescência programada. Não joga nada fora. Nem coisas, e muito menos pessoas.

Isabel Allende

Isabel Allende nasceu em 1942, no Peru. Passou a primeira infância no Chile e morou em vários lugares na adolescência e na juventude. Depois do golpe militar de 1973 no Chile, exilou-se na Venezuela e, desde 1987, vive como imigrante na Califórnia. Define-se como “eterna estrangeira”.

Foi no jornalismo que iniciou sua carreira literária, no Chile e na Venezuela. Em 1982, seu primeiro romance, A casa dos espíritos, tornou-se um dos títulos míticos da literatura latino-americana. A este se seguiram muitos outros, e todos foram sucessos internacionais. Sua obra foi traduzida para quarenta idiomas e mais de setenta milhões de exemplares foram vendidos, o que faz dela a mais lida escritora de língua espanhola.

Isabel Allende recebeu mais de sessenta prêmios internacionais, entre os quais o Prêmio Nacional de Literatura do Chile, em 2010, o Prêmio Hans Christian Andersen na Dinamarca, em 2012, por sua trilogia As aventuras da Águia e do Jaguar, e a Medalha da Liberdade nos Estados Unidos, a mais alta distinção civil do país, em 2014. Em 2018, Isabel Allende tornou-se a primeira escritora de língua espanhola premiada com a medalha de honra do National Book Award, nos Estados Unidos, por sua grande contribuição para o mundo das letras.

Para saber mais, acesse www.isabelallende.com.

Características

  • ISBN: 978-85-01-30449-0
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 23cm
  • Largura: 15.5cm
  • Profundidade: 6cm
  • Lançamento: 03-05-2021
  • Páginas: 1200