Oferta!
 

O lobo da estepe

Autor(es): Hermann Hesse
Editora: Record
  • Brochura R$59,90 R$50,90

R$59,90 R$50,90

Compartilhe:

Sinopse

Em O lobo da estepe, Harry Haller é um homem de 50 anos que acredita que sua integridade depende da vida solitária que leva em meio às palavras de Goethe e as partituras de Mozart; um intelectual tentando equilibrar-se à beira do abismo dos problemas sociais e individuais, ante os quais a sua personalidade se torna cada vez mais ambivalente e, por fim, estilhaçada. A primeira parte do livro é o pesadelo do lobo Haller, sua depressão e sua incapacidade de se comunicar que está na base da crueldade e da autodestruição. Na segunda o lobo se humaniza, através da entrada em cena de Hermínia, que tenta reaproximá-lo do mundo, no caso uma comunidade simplória, com salas de baile poeirentas e bares pobres.

“Era uma vez um certo Harry. (…) Andava sobre duas pernas, usava roupas e era um homem, mas não obstante era também um lobo da estepe. Havia aprendido uma boa parte de tudo quanto as pessoas de bom entendimento podem aprender, e era bastante ponderado. O que não havia aprendido, entretanto, era o seguinte: estar contente consigo e com sua própria vida. (…) nele o homem e o lobo não caminhavam juntos, nem sequer se ajudavam mutuamente, mas permaneciam em contínua e mortal inimizade e um vivia apenas para causar dano ao outro, e, quando há dois inimigos mortais num mesmo sangue e na mesma alma, então a vida é uma desgraça. Bem, cada qual tem seu fardo.”

O lobo da estepe foi escrito quando Hesse tinha 50 anos, como seu personagem, e estava profundamente influenciado pela psicanálise. Um livro que provoca e subverte a imaginação do leitor, estilo altamente revolucionário para a época em que foi lançado, um clássico.

Sobre o autor

Hermann Hesse

Hermann Hesse (1877 – 1962) nasceu na Alemanha, e naturalizou-se suíço em 1923. Contista, poeta, ensaísta e editor de importantes obras da literatura alemã, o escritor foi um adversário declarado do nazismo, e se posicionou firmemente contra a ascensão desta ditadura por meio de artigos publicados naquela época. Em 1911, viajou para a Índia a fim de conhecer a vida no Extremo Oriente. Em seus textos, Hesse procurou se manter fiel às tradições literárias românticas e clássicas. É autor, entre outros livros, de O jogo das contas de vidro, O lobo da estepe, Sonho de uma flauta e Narciso e Goldmund. Em 1946, Hermann Hesse ganhou o Prêmio Nobel de Literatura.

Características

  • ISBN: 978-85-01-02028-4 
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 21cm
  • Largura: 13.6cm
  • Profundidade: 1.3cm
  • Lançamento: 01-08-1982
  • Páginas: 240