Oferta!
 

O pagador de promessas

Autor(es): Dias Gomes
  • Brochura R$54,90 R$52,10

R$54,90 R$52,10

Em estoque

Compartilhe:


Sinopse

Obra de enorme sucesso no Brasil e no mundo, O pagador de promessas inspirou o filme de mesmo título que ganhou a Palma de Ouro do Festival de Cannes de 1962. Esta edição conta com orelha assinada por Ferreira Gullar.

Nesta peça de renome internacional, o autor narra o emocionante calvário do simplório Zé-do-Burro: para cumprir promessa feita a Iansã, pela cura de seu burro, ele divide seu sítio com os lavradores pobres e carrega pesada cruz de madeira no percurso de sessenta léguas, com o objetivo de depositá-la no interior da igreja de Santa Bárbara, em Salvador.

Dias Gomes é um mestre de seu ofício. Ele o tem demonstrado sobejamente em cada uma de suas obras. E O pagador de promessas não poderia deixar de refletir esse domínio seguro dos meios de expressão dramática. A ação, que se deflagra já nos primeiros momentos da peça, é conduzida com intensidade e economia, a cada quadro, a cada ato, arrastando-nos de maneira irresistível até o desfecho final. A narrativa é clara e densa, com repercussões que vão sempre além da palavra enunciada.

Ao contrário do que acontece com muitas obras teatrais de qualidade, que se iniciam com ímpeto e às vezes o mantêm até certa altura para nos frustrar no final, esta peça de Dias Gomes é um todo completo e acabado: o seu final não resulta em frustração, mas em plenitude. E para isso é preciso mais do que dominar a técnica: é preciso que se reúnam, na realização da obra, aqueles fatores imponderáveis que dão nascimento à verdadeira obra de arte.

E isto é tanto mais significativo porque esta peça afirmou ontem e reafirma hoje as possibilidades efetivas do teatro brasileiro: um teatro capaz de revelar a universalidade de nossa experiência, de nos impor como criadores de cultura.

Sobre o autor

Foto de Dias Gomes
Dias Gomes

Alfredo de Freitas Dias Gomes nasceu em 1922 e escreveu diversas obras para o teatro, literatura, cinema e televisão. Entre suas peças teatrais, a mais célebre é O pagador de promessas (1959). Adaptada para o cinema em 1962, por Anselmo Duarte, conquistou vários prêmios internacionais, com destaque para a Palma de Ouro no Festival de Cannes. Foi eleito para a Academia Brasileira de Letras em 11 de abril de 1991. Morreu num acidente automobilístico em 18 de maio de 1999.

Características

  • ISBN: 978-85-286-1480-0
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 23cm
  • Largura: 15.5cm
  • Profundidade: 0.9cm
  • Lançamento: 12-08-2014
  • Páginas: 154