Paula

Autor(es): Isabel Allende
  • Brochura R$59,90

R$59,90

Em estoque

Compartilhe:

Sinopse

Escrito logo depois da morte de sua filha Paula, vítima de uma doença rara, este livro de memórias é o mais comovente e íntimo de todos os trabalhos de Isabel Allende.

Em 1991, a filha de Isabel Allende, Paula, ficou gravemente doente e foi internada em um hospital na Espanha. A escritora acompanhou o sofrimento de Paula durante meses, em coma provocado por uma doença rara. Ao lado do leito da filha inconsciente, Isabel fez anotações em um caderno, escrevendo coisas com o intuito de lembrar a Paula quem ela era e de onde vinha, imaginando que Paula, ao despertar, poderia ter perdido a memória. A história que Isabel Allende escreve não é somente a sua: é a de sua família, a de seu país, a da América Latina de meados do século 20. De ancestrais bizarros a lembranças da infância; de peripécias da juventude aos anos de chumbo no Chile em plena ditadura militar.

Paula morreu em 6 de dezembro de 1992. No dia 8 de janeiro de 1993, Isabel Allende pegou o material contido nesse caderno, além das 108 cartas que havia trocado com Panchita, sua mãe, no decorrer do ano anterior, releu tudo e foi colocando em ordem cronológica o que havia acontecido. Ao perceber que a morte tinha sido mesmo a única saída para a filha, ela foi organizando em sua cabeça e em seu coração tudo o que havia acontecido. Ao colocar isso no papel, Paula foi ressurgindo viva.

Em Paula, Isabel Allende nos faz rir, chorar, se emocionar, se aterrorizar e celebra a vida com a  coragem de uma mulher que soube dar a volta por cima

Sobre o autor

Isabel Allende

Isabel Allende nasceu em 1942, no Peru. Passou a primeira infância no Chile e morou em vários lugares na adolescência e na juventude. Depois do golpe militar de 1973 no Chile, exilou-se na Venezuela e, desde 1987, vive como imigrante na Califórnia. Define-se como “eterna estrangeira”.

Foi no jornalismo que iniciou sua carreira literária, no Chile e na Venezuela. Em 1982, seu primeiro romance, A casa dos espíritos, tornou-se um dos títulos míticos da literatura latino-americana. A este se seguiram muitos outros, e todos foram sucessos internacionais. Sua obra foi traduzida para quarenta idiomas e mais de setenta milhões de exemplares foram vendidos, o que faz dela a mais lida escritora de língua espanhola.

Isabel Allende recebeu mais de sessenta prêmios internacionais, entre os quais o Prêmio Nacional de Literatura do Chile, em 2010, o Prêmio Hans Christian Andersen na Dinamarca, em 2012, por sua trilogia As aventuras da Águia e do Jaguar, e a Medalha da Liberdade nos Estados Unidos, a mais alta distinção civil do país, em 2014. Em 2018, Isabel Allende tornou-se a primeira escritora de língua espanhola premiada com a medalha de honra do National Book Award, nos Estados Unidos, por sua grande contribuição para o mundo das letras.

Para saber mais, acesse www.isabelallende.com.

Características

  • ISBN: 978-65-5838-003-0
  • Tradutor: Irene Moutinho
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 23cm
  • Largura: 15.5cm
  • Profundidade: 2.1cm
  • Lançamento: 08-02-2021
  • Páginas: 378