Testemunho

Darcy Ribeiro por ele mesmo

Autor(es): Darcy Ribeiro
Editora: Record
  • Brochura R$69,90

R$69,90

Compartilhe:


Sinopse

No ano do centenário de nascimento de Darcy Ribeiro,Testemunho compõe um rico mosaicoautobiográfico de um dos mais importantes pensadores do Brasil.

 

Etnólogo, antropólogo, romancista, educador, político, pensador e intérprete do Brasil e da América Latina – é impossível circunscrever Darcy Ribeiro a uma única dimensão. Ele foi um dos mais multifacetados intelectuais de seu tempo.

Todos os marcos de sua trajetória estão representados aqui: a vida entre os indígenas, a produção intelectual, a criação da UnB, a militância política, o exílio e o périplo latino-americano, o retorno ao Brasil e à vida pública, a luta contra o câncer e seus grandes amores.

Esta edição, que combina os textos da última edição de Testemunho e da coletânea América Latina Nação, é um balanço desta vida riquíssima, feito pelo próprio Darcy, a partir de depoimentos transcritos especialmente para este livro e de fragmentos dos textos que escreveu ao longo dos anos. Uma leitura fundamental no centenário de nascimento deste brasileiro notável.

 

Rosiska Darcy de Oliveira, na orelha do livro, conta que Darcy construiu “um olhar brasileiro sobre nosso país, ‘a mais bela província da Terra’”. Ao receber o título de doutor honoris causa da Sorbonne, “agradeceu o prêmio como consolação pelos seus muitos fracassos e, ao enumerá-los, disse serem eles seu único orgulho: quis salvar um povo em extinção, educar todas as crianças brasileiras, vencer a miséria, criar uma universidade no território ainda selvagem em que ajudou a plantar Brasília”.

Sobre o autor

Darcy-Ribeiro
Darcy Ribeiro

Darcy Ribeiro nasceu em 26 de outubro de 1922, em Montes Claros(MG). Formou-se pela Escola Livre de Sociologia e Política de São Paulo em 1946, com especialização em Etnologia. Em 1947, iniciou suas atividades profissionais no Serviço de Proteção aos Índios, onde criou o Museu do Índio e, dentro dele, o primeiro curso de pós-graduação em Antropologia Cultural do Brasil. Elaborou com os irmãos Villas-Bôas o projeto de criação do Parque Indígena do Xingu. Seus livros transitaram de obras etnográficas até trabalhos ficcionais, como o romance Maíra, publicado em treze países.

Aproximando-se de Anísio Teixeira e da temática educacional em meados de 1950, passou a coordenar o Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais. Criou a Universidade de Brasília, em 1961, e foi seu primeiro reitor. Foi também ministro da Educação e ministro da Casa Civil do governo João Goulart. Com a instauração do governo militar de 1964, exilou-se em diversos países da América Latina, onde lecionou, reformulou e criou universidades. Assessorou os presidentes Salvador Allende, no Chile, e Velasco Alvarado, no Peru.

De volta ao Brasil, participou da fundação do Partido Democrático Trabalhista (PDT), pelo qual se elegeu vice-governador do Rio de Janeiro, acumulando as funções de secretário extraordinário de Programas Especiais e secretário de Cultura. Em duas gestões no governo fluminense, construiu os Centros Integrados de Educação Pública (CIEPs), o Sambódromo, inaugurou a Casa França-Brasil e a Biblioteca Pública do Estado. Eleito senador, elaborou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Em outubro de 1992, entrou para a Academia Brasileira de Letras. Faleceu em 1997, aos 74 anos.

Características

  • ISBN: 978-65-5587-449-5
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto; Fotografias
  • Altura: 22.5cm
  • Largura: 15.5cm
  • Profundidade: 2.1cm
  • Lançamento: 05-02-2022
  • Páginas: 378