Taylor Jenkins Reid e outras cinco autoras best-sellers para o verão

24/01/2022 226 visualizações

Um das autoras de maior sucesso da atualidade, Taylor Jenkins Reid ganha nova edição de Em outra vida, talvez? em fevereiro. Lançam novos livros até o fim da estação escritoras consagradas como Meg Cabot, Britainny Cherry,  Judith McNaught, Nora Roberts e Elin Hilderbrand

 

EM OUTRA VIDA, TALVEZ?

Taylor Jenkins Reid

Em outra vida, talvez? (Record. 322 págs. R$ 49,90) nos apresenta, em realidades paralelas, os desdobramentos e as consequências de duas escolhas diferentes da protagonista Hannah Martin, uma mulher forte e espirituosa que, aos 29 anos, sente-se perdida. Depois de sofrer uma decepção amorosa, ela resolve voltar para Los Angeles, sua cidade natal, e passa a morar com Gabby, sua melhor amiga, e Matt, o marido dela. Para celebrar esse retorno, o casal leva Hannah a um bar onde ela reencontra Ethan, um ex-namorado da época do colégio. No final da noite, Gabby e Matt decidem ir embora, e Hannah se vê diante de um dilema: voltar para casa com os amigos ou ficar com Ethan e aceitar a carona dele para casa?

Em realidades alternativas, acompanhamos os dois cenários, com desdobramentos bem diferentes na vida de Hannah e de todos que fazem parte dela. Será que existe um destino determinado para todos nós? Será que almas gêmeas realmente existem? Hannah acredita que sim. Em dois mundos diferentes, talvez ainda seja possível encontrá-la.

 

 

SEM JULGAMENTOS

Meg Cabot

Meg Cabot continua divertindo seus leitores com romances de sucesso. Em Sem julgamentos (Record. 322 págs. R$49,90) acompanhamos os passos de Sabrina, uma petlover que abandonou a frenética Nova York, o curso de Direito e o namorado tóxico para recomeçar a vida na paradisíaca Ilha de Little Bridge, na Flórida, como garçonete, algo que sua mãe ultraconservadora não aprova. Apesar disso, pela primeira vez em muito tempo, Bree, enfim, se sente em casa. Ela tinha certeza de que havia sobrevivido ao pior, mas um massivo furacão se aproxima da ilha, ameaçando destruir seu pedacinho de paraíso. Ela sabe que deveria fazer como os outros moradores: deixar tudo para trás e buscar abrigo. Entretanto, se vê incapaz de abandonar Gary, seu gatinho doente.

Apavorada, Bree decide ficar para resgatar tantos animais abandonados quanto puder, mesmo que para isso precise pedir ajuda ao perigosamente sexy Drew, também conhecido como o destruidor de corações de Little Bridge. No momento mais assustador de sua vida, Bree se surpreende ao reencontrar motivos para voltar a acreditar… na vida, na bondade humana… mas não consegue calar os sentimentos que surgem sempre que está perto de Drew. A pergunta é: ela ainda pode confiar no próprio coração?

 

 

UMA CARTA DE AMOR ESCRITA POR MULHERES SENSÍVEIS

Brittainy C. Cherry e Kandi Steiner

O toque do papel, o deslizar da caneta… há quanto tempo você não escreve uma carta de amor? Qual foi a última vez que você recebeu um bilhete romântico? Sabe reconhecer a caligrafia das pessoas que ama? Brittainy C. Cherry e Kandi Steiner convidam os leitores a deixar de lado os emojis dos aplicativos de mensagens instantâneas para voltar algumas décadas no tempo.

Escrito ao longo de dois anos, Uma carta de amor escrita por mulheres sensíveis (Record, 96 págs., R$54,90) é um relato íntimo e honesto dos sentimentos dessas duas grandes autoras. Brittainy C. Cherry e Kandi Steiner abrem seu coração e falam de amor, perdas, esperança e valores, em uma jornada de descoberta e cura. Tudo isso reunido em nessa compilação de poesia moderna e contemporânea que promete fortes emoções.

 

 

DOIS PESOS, DUAS MEDIDAS

Judith McNaught

Dois pesos, duas medidas (Bertrand Brasil, 210 págs. R$59,90) conta a história de Nick Sinclair, uma lenda no mundo dos negócios. Presidente da Global Industries, Nick é um poderoso empresário em constante disputa com Philip Whitworth, presidente da empresa concorrente. Além disso, há algo que acirra ainda mais a relação dos dois: Philip é seu padrasto. Lutando incessantemente para assumir a dianteira, Philip vê a oportunidade perfeita quando a bela e inteligente Lauren Danner, uma parente distante, busca a sua ajuda para arrumar um emprego.

Com as finanças da família em crise, Lauren parte para uma nova vida em Detroit e se torna peça fundamental no plano de Philip. Ela não só é contratada para ser secretária de Nick, como fica cada vez mais íntima dele.  Para Nick, Lauren é apenas uma de suas conquistas, nada além de uma vítima para suas noites de prazer. No entanto, conforme Nick se envolve, vai descobrindo ela é diferente das outras mulheres. Em um jogo de poder, controle e desafios, Nick tenta resistir, enquanto, impotente, assiste a Lauren conquistar seu coração. E ele nem imagina que, por trás do rosto ingênuo, ela esconde um segredo capaz de atingir suas feridas mais profundas e pôr sua confiança à prova.

 

 

UM SINAL DOS CÉUS

Nora Roberts

Reece Gilmore é sobrevivente de uma experiência traumática em Boston. Ela precisou percorrer um árduo caminho até chegar a Angel’s Fist, Wyoming, onde encontra um lar — a princípio temporário — e um emprego como chef. A luta contra os pesadelos e ataques de pânico que a assombram é constante. Em Um sinal dos céus (Bertrand Brasil, 490 págs., R$59,90), tudo corre bem até que, certa manhã, Reece decide fazer uma trilha e avista duas pessoas na outra margem do rio. Estão brigando. E, de repente, Reece vê um homem com as mãos na garganta de uma mulher.

Reece finalmente alcança Brody, um escritor ranzinza e solitário que vive próximo à trilha. Ela o leva até o local do conflito, mas casal já havia desaparecido. As autoridades vasculham a área do suposto ataque, mas não encontram nenhum vestígio que comprovasse o que Reece disse ter visto. Ninguém na cidade parece acreditar nela.

Reece tem certeza de que há um assassino em Angel’s Fist. Brody, um sujeito impaciente, é o único na cidade que demonstra acreditar nela. Uma série de eventos ameaçadores deixa claro que alguém quer tirá-la da jogada. Nesta situação, Reece precisa depositar sua confiança em Brody — e em si mesma — para descobrir se realmente há um assassino na cidade, antes que seja tarde demais.

 

 

O GRANDE DIA

Elin Hilderbrand

Em O grande dia (Bertrand Brasil), os Carmichaels e Grahams se reuniram em Nantucket para um casamento. Os planos estão sendo feitos de acordo com os desejos da falecida mãe da noiva, que deixou um caderno com instruções específicas para cada detalhe do futuro casamento da filha mais nova.

Tudo deveria estar se encaixando para o grande dia, mas, na verdade, as coisas não vão nada bem. A irmã mais velha da noiva quer ajudar a cumprir os desejos da mãe delas, mas o divórcio a deixou cética em relação ao casamento — e seu relacionamento secreto com um homem muito mais velho a fez desacreditar do amor. O pai da noiva está reavaliando seu novo casamento. E a mãe do noivo se casou com o mesmo homem duas vezes — um homem que a deixou para ter um filho com outra mulher (que, por sinal, também foi convidada para o casamento). Junte-se a isso algumas damas de honra malcomportadas e a ameaça de chuva, e o fim de semana perfeito talvez se transforme em uma grande tempestade.

Enquanto o casal está na expectativa para a nova etapa, seus familiares estão com as vidas desmoronando. Antes de os convidados voltarem para casa, o amor será questionado, surgirão escândalos e corações serão partidos e curados.