Oferta!
 

Como conversar com um fascista

Autor(es): Marcia Tiburi
Editora: Record
  • Brochura R$49,90 R$42,40

R$49,90 R$42,40

Em estoque

Compartilhe:

Sinopse

Reflexões sobre o cotidiano autoritário brasileiro.

Diante dos riscos do fascismo com que nos deparamos todos os dias, nosso desafio é confrontar o fascista com aquilo que para ele é insuportável: o outro. O instrumento? O diálogo, na melhor tradição filosófica atribuída a Sócrates. Com sua rara capacidade de explicar temas filosóficos para o leitor comum, Marcia Tiburi alcançou o sucesso de público e de crítica como uma filósofa pop. E, em tempos de nervos à flor da pele e agressivos embates políticos, ela nos traz, em Como conversar com um fascista, um propósito filosófico-político: pensar com os leitores sobre questões da cultura política experimentada diariamente, de um modo aberto, sem cair no jargão acadêmico.

A autora resgata a política como experiência de linguagem, sempre presente na vida em comum. O argumento principal é como pensar em um método, ou uma postura, para contrapor o discurso de ódio, seus reflexos na sociedade e repercussão nas redes sociais. A filósofa propõe o diálogo como forma de resistência, e analisa notícias e acontecimentos do mundo político para mostrar, mais uma vez, que é possível falar sobre temas complexos de maneira que todos compreendam.

Nos diversos ensaios que compõem esta obra, Marcia Tiburi conduz o leitor em um processo de reflexão e descoberta dos valores democráticos. Além disso, desvela as contradições, os preconceitos e as práticas que caracterizam os movimentos autoritários em plena democracia formal. Dialogar com um fascista, e sobre o fascismo, forçar uma relação com um sujeito incapaz de suportar a diferença inerente ao diálogo, é um ato de resistência. Confrontar o fascista, desvelar sua ignorância, levar esse interlocutor à contradição e desconstruir suas certezas são atitudes que fazem parte do empreendimento ético-político de Marcia Tiburi.

Com apresentação de Rubens Casara e prefácio de Jean Wyllys, o livro traz ensaios inéditos e alguns já publicados na revista Cult, combinando a profundidade e a sofisticação intelectuais presentes na obra de Marcia Tiburi. Em Como conversar com um fascista, a pensadora aposta na potência do diálogo e na difusão do conhecimento como antídoto à tradição autoritária que vem condicionando o pensamento e a ação no Brasil nos últimos tempos.

Sobre o autor

Marcia Tiburi

Marcia Tiburi estudou artes e filosofia. É autora de obras importantes para o pensamento crítico contemporâneo, tais como Feminismo em comum: para todas, todes e todos (Rosa dos Tempos), Ridículo político: uma investigação sobre o risível, a manipulação da imagem e o esteticamente correto (Record) e Como conversar com um fascista: reflexos sobre o cotidiano autoritário brasileiro (Record). Participou das eleições de 2018 como candidata a governadora do estado do Rio de Janeiro, pelo Partido dos Trabalhadores (PT). É colunista da Revista CULT.

Características

  • ISBN: 978-85-01-10658-2
  • Formato: Brochura
  • Suporte: Texto
  • Altura: 23cm
  • Largura: 15.5cm
  • Profundidade: 1cm
  • Lançamento: 05-10-2015
  • Páginas: 196